Poéticas Fílmicas dos Museus

uma aproximação interativa com a cidade

Autores

  • Eduardo Rocha UFPel
  • Talita Corrêa Vieira
  • Lorena Maia Resende

DOI:

https://doi.org/10.26512/museologia.v9i18.28199

Palavras-chave:

museus da UFPel, produções participativas audiovisuais, território, hospitalidade, urbanismo contemporâneo

Resumo

O artigo problematiza o papel do museu na cidade da contemporaneidade. Ainda não está claro como os museus acolhem os objetos significativos de uma cidade cada vez mais heterogênea. O estudo de inspiração cartográfica investiga pistas de como o lugar do museu se relaciona com seu território e com os visitantes. O estudo de caso contou com três museus da cidade de Pelotas/RS/Brasil e, através de exposições e ações educativas junto às escolas, descobre-se que os museus podem criar territórios existenciais na cidade, gerando relações de hospitalidade e hospedando um pouco da memória dos lugares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2020-11-03 — Atualizado em 2020-11-21

Versões

Como Citar

Rocha, E., Corrêa Vieira, T., & Maia Resende, L. (2020). Poéticas Fílmicas dos Museus: uma aproximação interativa com a cidade. Museologia & Interdisciplinaridade, 9(18), 480–493. https://doi.org/10.26512/museologia.v9i18.28199 (Original work published 3º de novembro de 2020)