As Contribuições de Henri Coudreau à Coleção Etnográfica do Museu Paraense Emílio Goeldi

Autores

  • Matheus Camilo Coelho Universidade Federal do Pará
  • Alegria Benchimol Museu Paraense Emílio Goeldi
  • Elis de Araújo Miranda Universidade Federal Fluminense https://orcid.org/0000-0002-3611-8735

DOI:

https://doi.org/10.26512/museologia.v9i17.19690

Palavras-chave:

Henri Coudreau. Coleção Etnográfica. Ciência na Amazônia. Museu Paraense Emílio Goeldi. Colecionismo.

Resumo

O presente artigo objetiva esclarecer dúvidas referentes à documentação da Coleção Etnográfica coletada por Henri Coudreau, viajante e geógrafo francês, e acondicionada atualmente no Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) e traçar uma breve trajetória de Coudreau no Pará entre 1895 e 1899, apontando as contribuições do geógrafo francês para a Coleção do MPEG. A partir de uma pesquisa qualitativa documental e bibliográfica, apresenta-se como resultados o esclarecimento acerca da quantidade de objetos doados pelo geógrafo à Instituição e um mapa contendo a marcação dos rios percorridos por Coudreau.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alegria Benchimol, Museu Paraense Emílio Goeldi

Tecnologista do Museu Paraense Emílio Goeldi com doutorado em Ciência da Informação pelo convênio IBICT/UFRJ

Elis de Araújo Miranda, Universidade Federal Fluminense

Professora da Universidade Federal Fluminense, Departamento de Geografia de Campos. Doutora em Planejamento Urbano e Regional pelo IPPUR/ UFRJ. Coordena o Laboratório: Cultura, Planejamento e Representação Espacial – CULT/UFF.

Referências

BENCHIMOL, Alegria. Informação e objeto etnográfico: percurso interdisciplinar no Museu Paraense Emílio Goeldi. 2009. 124 f. Dissertação - PPGCI/UFF/IBICT, Rio de Janeiro, 2009.

________. Resgate e ressignificação da pesquisa no Museu Paraense Emílio Goeldi: presença e permanência de cientistas estrangeiros (1894-1914) na produção científica de autores atuais (1991-2010). Tese – UFRJ, Rio de Janeiro, 2015.

BENCHIMOL, Alegria; PINHEIRO, Lena Vania Ribeiro. “O Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi: trajetória e aspectos históricos dos primeiros 20 anos (1894-1914)”. Anais do XV Enancib. Belo Horizonte: UFMG, 2014. v. XV. p. 4271-4288

BERTHO, Angela Maria de Moraes. “O Museu Paraense Emílio Goeldi no contexto cultural da Amazônia”. In: D’INCAO, Maria Angela; SILVEIRA, Isolda Maciel da. A Amazônia e a crise de modernização. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 1994, p.185-193.

________. “As Ciências Humanas no Museu Paraense Emílio Goeldi em suas fases de formação e consolidação (1886-1914)”. In: FAULHABER, P.; TOLEDO, P. M. (Coord). Conhecimento e fronteira: história da Ciência na Amazônia. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 2001, p. 147-160.

BOLETIM DO MUSEU PARAENSE, Belém, v. 2, n. 3, p. 280, jun. 1898.

Carta de Emílio Goeldi a Lauro Sodré. Belém, 24 de Julho de 1895. Museu Paraense Emílio Goeldi, Arquivo Guilherme de La Penha, Fundo MPEG, Gestão: Emílio Goeldi, Série: Correspondência ativa.

COUDREAU, Henri Anatole. La France Équinoxiale: études sur les Guyanes et l’Amazonie. Paris: ChallamedAiné Ed., 1886.

_________. Viagem à Itaboca e ao Itacaiúnas. Belo Horizonte, Itatiaia; São Paulo: EdUSP, 1980.

_________. Viagem ao Tapajós: 28 de julho de 1895 - 7 de janeiro de 1896. São Paulo: Companhia Editora Nacional, [194-]. 288 p., il.

_________. Viagem ao Tapajós. Belo Horizonte, Itatiaia; São Paulo: EdUSP, 1977a.

_________. Viagem ao Xingu. Belo Horizonte, Itatiaia; São Paulo: EdUSP, 1977b.

_________. Voyage au Xingu: 30 mai 1896, 26 octobre 1896. Paris: Lahure, 1897

_________. Voyage au Tocantins et Xingu: 3 avril 1898 – 3 novembre 1898, Paris: ALahure, 1899. in 4°, 78 vignettes, 15 cartes. Hachette.

_________. Voyage au Yamunda: 21 janvier 1899-27 juin 1899. Paris: A Lahure, 1899.in 4°, 87 vignettes, 17 cartes. Hachette.

_________. Yamundá. Bruxelles [Bélgica]: InstitutGeographique, 1899. 1 mapa em 11 seções. Disponível em: <http://objdigital.bn.br/objdigital2/acervo_digital/div_cartografia/cart163334/cart163334.pdf>. Acesso em: 7 ago. 2017. Acervo da Fundação da Biblioteca Nacional – Brasil.

COUDREAU, Octavie.Voyageau Trombetas.Paris: A. Lahure, 1900.

CUNHA, Osvaldo Rodrigue da. “Histórico do Museu Paraense Emílio Goeldi”. In: O Museu Paraense Emílio Goeldi. São Paulo: Banco Safra, 1986, p. 7-19.

DESVALLÉES, André; MAIRESSE, François. Conceitos chave da museologia. Paris: Armand Colin, ICOM, 2013.

DIÁRIO DE NOTÍCIAS. Belém, p. 2, 9 maio 1884. Acervo da Fundação da Biblioteca Nacional – Brasil.

GALVÃO, Eduardo. “Áreas culturais indígenas do Brasil: 1900-1959”. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, n. 8, jan. 1960.

GOELDI, Emílio Augusto. Relatório sobre o estado do Museu Paraense apresentado a S. Exa. o Sr. Dr. Governador do estado do Pará pelo diretor do museu, 28 de junho de 1894. Boletim do Museu Paraense de História Natural e Etnografia, Belém: Tip. A. Silva &Cia.v. 1, n. 1. p. 10-20, set. 1894.

GONCALVES, José Reginaldo dos Santos. Antropologia dos Objetos: coleções, museus e patrimônios. Rio de Janeiro: Iphan, 2007.

GRUPIONI, Luis Donisete Benzi. Coleções e expedições vigiadas: os etnólogos no conselho de fiscalização das expedições artísticas e científicas no Brasil. São Paulo: Hucitec; Anpocs, 1998.

JORNAL DO BRASIL. Rio de Janeiro, p. 3. 14 de abril de 1895. Acervo da Fundação da Biblioteca Nacional – Brasil.

MENDONÇA, Albuquerque. Administração do Dr. Lauro Sodré. Belém: Typ. do Diário Official, 1897. Acervo da Fundação da Biblioteca Nacional – Brasil.

NIMUENDAJÚ, Curt. Catálogo das coleções etnográficas do Museu Goeldi: cópia do 1º Catálogo do Sr. Curt Nimuendajú. Belém, 1921. (Não publicado)

PENNA, Domingos Soares Ferreira. “Archeoloia e Ethnografia no Brazil”. Boletim do Museu Paraense de História Natural e Ethnografia, Belém, tomo 1, p.28-31, 1894.

RELATÓRIO (1894) apresentado ao Sr., Governador do Estado do Pará, Dr. Lauro Sodré. Boletim do Museu Paraense de História Natural e Ethnographia, Belém, v 1, n. 1-4, p. 217-239, 1896.

RIBEIRO, Berta G; VELTHEM, Lucia H. “Coleções Etnográficas, documentos materiais para a História Indígena e o Indigenismo”. In: CUNHA, Maria Manoela Carneiro da (Org.). História dos Índios no Brasil. São Paulo: Editora Schwarcz, 1992, v. 1, p. 103-114.

RODRIGUES, Ivelise; FIGUEIREDO, Napoleão. Catálogo das coleções etnográficas do Museu Paraense Emílio Goeldi e Universidade Federal do Pará. Belém: CNPq; INPA; MPEG, 1982.

SODRÉ, Lauro. Regulamento do Museu Paraense, 2 de julho 1894. Boletim do Museu Paraense de História Natural e Etnografia (Museu Goeldi). Belém: Tip. A. Silva & Cia., v. 1, n. 1. p. 22-27, set. 1894.

_________. Mensagem Dirigida pelo Snr. Governador Dr. Lauro Sodré ao Congresso do Estado do Pará em sua reunião em 1º de fevereiro de 1896. Belém: Typ. do Diário Official, 1896.

SANJAD, Nelson. A Coruja de Minerva: o Museu Paraense entre o Império e a República (1866-1907). Brasília: Instituto Brasileiro de Museus; Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 2010.

_________. “Emílio Goeldi (1859-1917) e a institucionalização das ciências naturais na Amazônia”. Revista Brasileira de Inovação, v. 5, n. 2, p. 455-477, 2006.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. O Espetáculo das Raças: cientistas, instituições e questão racial no Brasil – 1870-1930. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

SOUZA FILHO, Durval de. Os retratos dos Coudreau: índios e miscigenação através das lentes de um casal de visionários que percorreu a Amazônia em busca do “Bom Selvagem” (1884-1899). 2008. 219 f. Dissertação - Universidade Federal do Pará, Belém, 2008.

THOMPSON, Analucia . Coleções Etnográficas e Patrimônio Indígena. In: XXVII Simpósio Nacional de História da ANPUH, 2013, Natal. XXVII Simpósio Nacional de História: Conhecimento histórico e diálogo social, 2013.

VELTHEM, Lúcia Hussak van; TOLEDO, Franciza; BENCHIMOL, Alegria; ARRAES, Rosa; SOUZA, Ruth. “A coleção etnográfica do Museu Paraense Emílio Goeldi: memória e conservação”. MUSAS: revista brasileira de Museus e Museologia, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 121-134, anual 2004.

VELTHEM, Lucia Hussak van. “O objeto etnográfico é irredutível? Pistas sobre novos sentidos e análises”. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Belém, v. 7, n. 1, p. 51-66, jan.-abr. 2012.

VARELLA, José. “Paradoxal e Polêmico: Coudreau conectou História e Etnologia antecipando a tese do “Desenvolvimento Sustentável” inclusive”. In: COUDREAU, Henri. O futuro da capital do Pará. Pará: Imprensa Oficial do Pará, 2002.

Publicado

2020-05-17

Como Citar

Coelho, M. C., Benchimol, A., & Miranda, E. de A. (2020). As Contribuições de Henri Coudreau à Coleção Etnográfica do Museu Paraense Emílio Goeldi. Museologia & Interdisciplinaridade, 9(17), 202-219. https://doi.org/10.26512/museologia.v9i17.19690