A negociação de significados em uma reunião do Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua

Autores

  • Viviane de Melo Resende Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.26512/les.v11i1.9761

Palavras-chave:

Movimento social; Protagonismo; Análise de discurso crítica: Interação.

Resumo

Neste artigo, analiso trechos de uma reunião do Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua (MNMMR) de que participei como parte da pesquisa “Análise de Discurso Crítica e Etnografia: o Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua, sua crise e o protagonismo juvenil” (Resende, 2008). A reunião, realizada em março de 2006, foi direcionada à assembleia nacional do MNMMR, que aconteceria dias depois. Com base na Análise de Discurso Crítica (Fairclough, 2003), analiso a negociação do significado de ‘protagonismo juvenil’, um conceito fundamental para esse movimento social, relacionando-o às escalas de atuação do Movimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Viviane de Melo Resende, Universidade de Brasília

Mestre e doutora em Linguística pela Universidade de Brasília, é professora na mesma universidade. Na graduação, atua no curso de Letras em disciplinas ligadas à produção de texto. No Programa de Pós-Graduação em Linguística, ministra disciplinas em análise de discurso crítica. Tem diversos artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais. É autora dos livros Análise de Discurso Crítica e Realismo Crítico: implicações interdisciplinares (Campinas: Pontes, 2009) e Análise de Discurso Crítica (com Viviane Ramalho; São Paulo: Contexto, 2006). Recentemente, organizou, com o jornalista Fábio H. Pereira, o livro Práticas socioculturais e discurso: debates transdisciplinares (Covilhã: Labcom, 2010).

Referências

CASTELLS, M. O poder da identidade. Trad. K. B. Gerhardt. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CHOULIARAKI, L. & N. FAIRCLOUGH. Discourse in late modernity. Rethinking critical discourse analysis. Edinburgh: Edinburgh University Press, 1999.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Trad. I. Magalhães. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2001.

_____. Analysing discourse. Textual analysis for social research. London: Routledge, 2003.

FREGNANI, I. Cartilha grupo de adolescentes do Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua. Florianópolis: MNMMR/SC, 1992.

GOHN, M. G. Apresentação. In: M. G. Gohn (org.). Movimentos sociais no início do século XXI. Antigos e novos atores sociais. Petrópolis: Vozes, 2003a. pp. 7-10.

_____. Movimentos sociais na atualidade: manifestações e categorias analíticas. In: M. G. Gohn (org.). Movimentos sociais no início do século XXI. Antigos e novos atores sociais. Petrópolis: Vozes, 2003b. pp. 13-32.

HALLIDAY, M.A.K. An Introduction to Functional Grammar. 3rd ed. revised by C. M. I. M. Matthiessen. London: Arnold, 2004.

HAMMERSLEY, M. Introducing ethnography. In: D. Graddol et al (orgs.). Researching language and literacy in social context. Clevedon; Philadelphia; Adelaide: The Open University, 1994. pp.1-17.

MASON, J. Mixing methods in a qualitative driven way. Qualitative Research, 6 (1), 2006: 9-25.

PASQUINO, G. Movimentos Sociais. In: N. Bobbio; N. Matteucci; G. Pasquino. Dicionário de política. Trad. C. Varrialle et al. Brasília: Editora Universidade de Brasília; São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2004. pp. 787-92.

RESENDE,V. M. Análise de Discurso Crítica e Etnografia: o Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua, sua crise e o protagonismo juvenil. Tese de doutorado (Linguística). Brasília: Universidade de Brasília, 2008.

_____. Análise de Discurso Crítica e Realismo Crítico: implicações interdisciplinares. Campinas: Pontes, 2009.

RESENDE, V. M. & V. RAMALHO. Análise de Discurso Crítica. São Paulo: RETAMOZO, M. Esbozos para una epistemología de los sujetos y movimientos sociales. Cinta de moebio, 26, 2006. Facultad de Ciencias Sociales. Universidad de Chile. Disponível na Internet. <http://www.moebio.uchile.cl/26/retamozo.htm>. Acesso em 25 fev. 2007.

SANTOS, B. R. MNMMR ”“ uma trajetória de luta e trabalho em defesa da criança e do adolescente no Brasil. São Paulo: MNMMR; UNICEF, 1994.

Downloads

Publicado

2010-11-12

Como Citar

Resende, V. de M. (2010). A negociação de significados em uma reunião do Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua. Cadernos De Linguagem E Sociedade, 11(1), 160–191. https://doi.org/10.26512/les.v11i1.9761

Edição

Seção

Artigos de pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>