UMA VISÃO CRÍTICA DO(S) DIREITO(S) E DA EDUCAÇÃO JURÍDICA: O QUE É(SÃO) O(S) DIREITO(S) PARA QUE SE POSSA ENSINÁ-LO(S)?

Autores

  • João Ricardo Silva
  • Tânia Suely Azevedo Brasileiro

DOI:

https://doi.org/10.26512/insurgencia.v5i1.28900

Resumo

Diante da enorme quantidade de cursos jurídicos no país e da pouca preocupação destes com a transformação de uma sociedade deveras desigual, acreditamos necessário o repensar das práticas educacionais e de suas condições. A interpretação crítica é a que nos melhor autoriza a compreender o fenômeno jurídico e as suas possibilidades para criar práticas de liberdade. É neste sentido que no presente artigo pretendemos colaborar para a discussão histórica dos cursos jurídicos e das diretrizes curriculares, assim como oferecer uma visão de práticas emancipatórias que podem servir de subsídio para o repensar de novos direitos. Entre essas práticas destacamos a Assessoria Jurídica Popular (AJP), as Clínicas de Direitos Humanos (CDH) e a Justiça Restaurativa (JR).

Downloads

Publicado

24.12.2019

Como Citar

SILVA, João Ricardo; BRASILEIRO, Tânia Suely Azevedo. UMA VISÃO CRÍTICA DO(S) DIREITO(S) E DA EDUCAÇÃO JURÍDICA: O QUE É(SÃO) O(S) DIREITO(S) PARA QUE SE POSSA ENSINÁ-LO(S)?. InSURgência: revista de direitos e movimentos sociais, Brasília, v. 5, n. 1, p. 475–514, 2019. DOI: 10.26512/insurgencia.v5i1.28900. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/insurgencia/article/view/28900. Acesso em: 28 maio. 2024.