História de mulheres educadoras: dos movimentos sociais latinoamericanos à figura feminina nas contradições sociais do século XXI

Autores

  • Débora Aparecida Rosa Reichert

DOI:

https://doi.org/10.26512/insurgencia.v4i1.28844

Resumo

Para refletir, de que forma a história de mulheres educadoras desde os movimentos sociais latino-americanos à figura feminina nas contradições sociais do século XXI, podem colaborar para uma construção social baseada na igualdade de direitos, pensamos: As transformações da sociedade tanto no que diz respeito ao fator econômico, ou acerca do consumo presente no sistema do capital, as questões de gênero, a influência da mídia na sociedade, e principalmente a permanência da mulher como protagonista neste século, vem fortalecendo os movimentos sociais já existentes cujo os direitos das mulheres são principal foco bem como a inspiração cada vez mais forte de novos movimentos, como exemplo desta década temos o movimento da teologia feminista, que possibilita a reflexão do papel da mulher na religião sem a submissão histórica dos antepassados. Diante dos debates, muitas perguntas surgem, pois há contradições destas relações que precisam ser pensadas

Downloads

Publicado

20.12.2019

Como Citar

REICHERT, Débora Aparecida Rosa. História de mulheres educadoras: dos movimentos sociais latinoamericanos à figura feminina nas contradições sociais do século XXI. InSURgência: revista de direitos e movimentos sociais, Brasília, v. 4, n. 1, p. 492–503, 2019. DOI: 10.26512/insurgencia.v4i1.28844. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/insurgencia/article/view/28844. Acesso em: 29 maio. 2024.