Imaginários botânicos (Cerrados 60 - 3/2022)

2021-07-29

Ementa: As plantas, em sua alteridade radical, surpreendem ao desestabilizar algumas certezas que o pensamento ocidental, atrelado aos chamados "próprios do humano", construiu ao longo dos tempos para hierarquizar os viventes que compartilham conosco a experiência do mundo. A literatura e as artes, entretanto, nunca deixaram de lidar, por vias distintas, com essas questões, propondo uma nova percepção às demais formas de existência e, portanto, antecipando o movimento atual da chamada “virada vegetal”. Não são poucos os artistas e escritores que buscam ou buscaram reconfigurar a própria noção de vida, criando não apenas diferentes vias de conexão com o mundo vegetal, como também novas experiências estéticas.

Com vistas a uma discussão a esse respeito, este número da Cerrados propõe pensar com as plantas, a partir delas e por meio delas, outras maneiras de se conceber o mundo, a natureza e as relações entre os reinos animais e vegetais. O objetivo principal deste dossiê é compreender, tendo como referências as artes, a literatura e os saberes tradicionais, as possibilidades de contribuição das plantas, em seu enraizamento e suas expansões, para a reconfiguração dos conceitos de humano, humanidade e humanismo, bem como da própria noção de natureza.  Em diálogo com as novas visadas científicas e filosóficas sobre o mundo vegetal, propomos refletir sobre como os imaginários botânicos – agora e antes - propiciam a retomada de um vínculo há tanto tempo perdido com os seres não humanos, para além das cristalizações do que se convencionou chamar de vida.

 

 

Comissão organizadora:

 

Profª Drª Fabricia Walace Rodrigues (Presidente) - UnB

Profª Drª Isabel Krantz - Art University Linz of Viena

Profª Drª Maria Esther Maciel - UFMG/Unicamp

Prazo para envio dos artigos: 29/04/2022