ENTREVISTA COM ADRIANA LISBOA

Autores

  • Amanda Mendes Casal UnB

DOI:

https://doi.org/10.26512/belasinfieis.v2.n1.2013.11231

Resumo

A escritora e tradutora Adriana Lisboa nasceu no Rio de Janeiro e hoje vive nos Estados Unidos. Estudou música na Uni-Rio e se especializou em Literatura Brasileira (mestrado) e em Literatura Comparada (doutorado) pela UERJ.  Seu primeiro romance, Os fios da memória, foi publicado em 1999, pela Editora Rocco, ao qual se seguiram Sinfonia em branco (2001), que recebeu o Prêmio José Saramago, Um beijo de colombina (2003), Rakushisha (2007) e Azul-corvo (2010), além de outros três livros infanto-juvenis, Língua de trapos (2005), com o qual recebeu o prêmio de autora revelação pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, Contos populares japoneses (2008) e A sereia e o caçador de borboletas (2009). Seus livros foram traduzidos na Alemanha, França, Portugal, Romênia, Suécia, Sérvia, México e Argentina, entre outros países. Sua carreira de tradutora compreende escritores como Cormac McCarthy, Marilynne Robinson, Margaret Atwood, Emile Faguet, Amós Oz e Maurice Blanchot.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2013-09-09

Como Citar

CASAL, A. M. ENTREVISTA COM ADRIANA LISBOA. Belas Infiéis, v. 2, n. 1, p. 213-220, 9 set. 2013.

Edição

Seção

Entrevistas

Most read articles by the same author(s)