O mundo unificado dos Apinayé ou o mundo dividido dos antropólogos

Autores

  • Alcida Rita Ramos

Palavras-chave:

Antropologia, Crítica, Etnologia indígena

Resumo

Uma leitura cuidadosa de Um Mundo Dividido, versão recentemente publicada (1976) da tese de doutorado (Universidade de Harvard, 1970) do antropólogo Roberto da Matta, leva-nos a refletir sobre a ingrata tarefa de construir modelos analíticos, especialmente sobre realidades sociais que não nos são inteiramente familiares. No caso, a realidade estudada é a sociedade Apinayé, grupo de fala Jê, com quem o autor conviveu por um total de 12 meses, abrangendo um período de 8 anos (de 1962 a 1970).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BARTH, Fredrik. Segmentary opposition and the Theory of Games: a study of Pathan organization. Journal of the Royal Anthropological Institute, 89, Parte I: 5-21, 1959.
DA MATTA, Roberto. Apinayé Social Structure. Tese de Doutodado, Harvard University, 1970a.
-------------------. Mito e anti-mito entre os Timbira. In: Mito e Comunicação. Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro, 1970b.
------------------- . Mito e autoridade doméstica. In: Ensaios de Antropologia Estrutural. Petrópolis, Vozes, 1973a.
------------------- . Edgar Alian Pos, o Bricoleur. Um exercício em análise simbólica. In: Arte e Linguagem. Petrópolis, Vozes, 1973b.
------------------- . Um Mundo Dividido. Petrópolis, Vozes, 1976.
FORTES, Meyer. Introduction. In: Developmental cycle in domestic Groups (org. por Jack Goody). Cambridge University Press,1958. â. 1-14. Em Português: O ciclo de desenvolvimento do grupo doméstico. Cadernos de Antropologia n.° 6. Editora Universidade de Brasília, 1974.
KEESING, Roger. Kwaio kindreds. Southwestern Journal o f Anthropology, V. 22, n.° 4:346-353, 1966.
LÉVI-STRAUSS, Claude. Social structure. In: Structural Anthropology, 1963, p. 277-323. Basic Books Inc. Versão original, 1953, com o mesmo título, in: Anthropology Today (org. por A. L. Kroeber). p. 524-553. The University of Chicago Press. Em Português: A noção de estrutura em Etnologia. In: Antropologia Estrutural, Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro, 1970. p. 299-344.
SCHEFFLER, H. W. Descent concepts and descent groups: the Maori case. Journal of Polynesian Society, v. 73. p. 126-133, 1964.
TURNER, Victor. The ritual process: structure and anti-structure. Chicago, Aldine, 1969. Em Português: O processo ritual: estrutura e anti-estrutura. Petrópolis, Vozes, 1974.

Downloads

Publicado

2018-01-12

Como Citar

Ramos, A. R. (2018). O mundo unificado dos Apinayé ou o mundo dividido dos antropólogos. Anuário Antropológico, 1(1), 263–281. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/anuarioantropologico/article/view/5996