A saúde dos trabalhadores em O Capital

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/sersocial.v24i51.37057

Palavras-chave:

Saúde do Trabalhador, Questão Social, Karl Marx, Trabalho

Resumo

O objetivo deste estudo teórico reside em apreender o debate sobre a questão da saúde dos trabalhadores na obra de Karl Marx. O texto tomado para análise do tipo imanente consiste em O Capital, capítulos VIII, XIII e XXIII. Marx abordou a questão da saúde dos trabalhadores a partir da constatação da necessidade inerente ao capital de extrair mais-trabalho, refletida em desgaste, adoecimento e morte. Marx evidenciou a ocorrência destes processos, não se atendo apenas ao processo de produção, mas ao desenvolvimento do modo de produção/reprodução capitalista. Ressalta-se que apenas o estudo da obra marxiana se faz insuficiente para a compreensão das relações contemporâneas; contudo, sem seu estudo, é praticamente impossível avançar no entendimento do modo de produção capitalista, na sua crítica e, sobretudo, na sua transformação. Portanto, compreender a questão da saúde dos trabalhadores atualmente perpassa também pelo estudo da obra de Marx. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AROUCA, Sergio. O dilema preventivista. Contribuição para a compreensão e crítica da Medicina Preventiva. São Paulo: Editora Unesp, 2003.

BASAGLIA, F; GIOVANNINI, E; MINIATI, S.; PINTOR, L.; PIRELLA, A. et al.. La salud de los trabajadores: aportes para una política de salud. México: Editorial Nueva Imagen, 1980.

BERLINGUER, Giovanni. A saúde nas fábricas. Trad. Hanna Augusta Rothschild; José Rubem de A. Bonfim. São Paulo: Cebes-Hucitec, 1983.

BREILH, Jaime. 1989. Epidemiologia: economia,medicina y política. Fontamara, México.

CAMPOS, Gastao Wagner de Sousa.Reforma da reforma, repensando a saúde. Sao Paulo; Hucitec; 1992. 220 p.

CHASIN, José. O Integralismo de Plínio Salgado. São Paulo: Ciências Humanas, 1978.

DONNANGELO, Maria Cecília. Parte I - Medicina e estrutura social. In: DONNANGELO, Maria Cecília; PEREIRA, Luiz. Saúde & Sociedade. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1976.

ENGELS, Friedrich. A Situação da classe trabalhadora na Inglaterra. Trad. B. A. Schumann; ed. José Paulo Netto. São Paulo: Boitempo, 2008.

LAURELL, Asa Cristina. La salud-enfermedad como proceso social. La salud-enfermedad como proceso social. Revista Latinoamericana de Salud, Cidade do México, n. 2, p. 7-25, 1982.

LAURELL, Asa Cristina; NORIEGA, Mariano. Processo de produção e saúde: trabalho e desgaste operário. Trad. Amélis Cohn; Ana Pitta-Hoisel; Ana Isabel Paraguay; Lucia Helena Barbosa. São Paulo: Hucitec, 1989.

LESSA, Sergio. Trabalho e proletariado no capitalismo contemporâneo. São Paulo: Cortez Editora, 2011.

LIRA, Paulo Victor Rodrigues de Azevedo; GURGEL, Idê Gomes Dantas; AMARAL, Angela Santana do. Superexploração da força de trabalho e saúde do trabalhador: o trabalho precário na confecção. Physis, Rio de Janeiro , v. 30, n. 1, e300106, 2020 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312020000100603&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 13 nov. 2020. Epub 03-Jun-2020. https://doi.org/10.1590/s0103-73312020300106.

MARX, Karl. O Capital: crítica da economia política. Livro primeiro, Tomo I. Trad. Regis Barbosa; Flávio R. Kothe. 3ª ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988a.

MARX, Karl. O Capital: crítica da economia política. Livro primeiro, Tomo II. Trad. Regis Barbosa; Flávio R. Kothe. 3ª ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988b.

MENDES-GONÇALVES, R. B. Tecnologia e organização social das práticas de saúde: características tecnológicas do processo de trabalho na rede estadual de centros de saúde de São Paulo. São Paulo: Editora Hucitec/Abrasco, 1994.

PINA, J. A.; STOTZ, E. N. Intensificação do trabalho e saúde dos trabalhadores: um estudo na Mercedes Benz do Brasil, São Bernardo do Campo, São Paulo. Saúde e sociedade, v. 24, n.3, p.826-840, 2015. https://doi.org/10.1590/S0104-12902015131966.

POLACK, J. C. La medicine du Capital. Paris: Maspero, 1971.

SOUZA, Diego de Oliveira. Saúde do(s) trabalhador(es): análise ontológica da “questão” e do “campo”. Tese [Doutorado]. Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.

SOUZA, Diego de Oliveira; SILVA, SóstenesEricson Vicente da; SILVA, Neuzianne de Oliveira. Determinantes sociais da saúde: reflexões a partir das raízes da “questão social”. Saúde&Sociedade, São Paulo, v. 22, n. 1, p. 44-56, 2013.

Downloads

Publicado

07/28/2022

Como Citar

DE OLIVEIRA SOUZA, D. .; RODRIGUES DE AZEVEDO LIRA, P. V. A saúde dos trabalhadores em O Capital . SER Social, [S. l.], v. 24, n. 51, p. 490–506, 2022. DOI: 10.26512/sersocial.v24i51.37057. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/SER_Social/article/view/37057. Acesso em: 3 fev. 2023.