Arquitetura do Catálogo Coletivo Brasileiro de Bibliotecas e Serviços de Informação na Web

uma proposta

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/rici.v14.n3.2021.36559

Palavras-chave:

Arquitetura da informação, Sistema de informação bibliográfica, Catálogo coletivo nacional

Resumo

Essa comunicação descreve o framework para a arquitetura e proposta do Catálogo Coletivo Brasileiro de Bibliotecas e Serviços de Informação na Web. Objetiva analisar os recursos que compõem a arquitetura do catálogo coletivo na Web. Aplica o método exploratório mediante revisão de literatura. Para sua proposta, aplica estudos comparados sobre modelos e frameworks. Apresenta a arquitetura do catálogo coletivo nacional com recursos gerenciais, informacionais e tecnológicos. Conclui que catálogo coletivo nacional na Web complementa os modelos emergentes de pesquisa distribuída.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Silva Alentejo, UNIRIO, Faculdade de Biblioteconomia, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Professor Adjunto da Escola de Biblioteconomia da UNIRIO, doutor em Ciência da Informação pela UnB Membro do Grupo de Pesquisa “Research Expert Group for Intelligent Information in Multimodal Environment using Natural language Technologies and Ontologies"(R.E.G.I.I.M.E.N.T.O) do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da UnB onde realiza estágio de pós-doutorado. Fundador da Sociedade Bibliográfica Brasileira.

Cláudio Gottschalg Duque, Universidade de Brasília, Faculdade Ciência da Informação, Brasília, DF, Brasil

Professor Adjunto da Faculdade de Ciência da Informação da Universidade de Brasília (FCI-UnB), do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCINF-UNB) e líder do Grupo de Pesquisa “Research Expert Group for Intelligent Information in Multimodal Environment using Natural language Technologies and Ontologies"(R.E.G.I.I.M.E.N.T.O.).

Referências

ALENTEJO, Eduardo da Silva; RAMANAN, T. National Bibliography in Brazil and Sri Lanka in Digital Age: a comparative study. Qualitative and Quantitative Methods in Libraries Journal, Athens, v. 6, n. 2, p. 217-227, June 2017. Disponível em: http://qqml-journal.net/index.php/qqml/article/view/402/396 Acesso em: 3 mar. 2020.

BAKER, David; EVANS, Wendy. Models and tools. In: BAKER, David; EVANS, Wendy. A Handbook of Digital Library Economics. Oxford: Chandos Publishing, 2013. p. 79-101.

BAR-YAM, Y. General Features of Complex Systems. In: Encyclopedia Life Support Systems. Paris: UNESCO, 2002. v. 1, não paginado. Disponível em: http://www.eolss.net/sample-chapters/c15/E1-29-01-00.pdf Acesso em: 19 jun. 2020.

BARRETO, Aldo de Albuquerque. Uma quase história da ciência da informação. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 9, n. 2, abr. 2008.

BOLETIM Informativo do PLANOR. Editorial. Rio de Janeiro, v. 10, n. 14, 2006. Disponível em: http://planorweb.bn.br/BoletinsPLANOR/Planor_Boletim14.pdf Acesso em: 11nov. 2020.

BRANCHEAU, J. C.; WETHERBE, J. C. Information Architectures: methods and pratice. Information Processing & Management, [Doha], v. 22, n. 6, p. 453-463, 1986.

CARTAXO, Mac Amaral; BASÍLIO, Flávio Augusto Corrêa; DUQUE, Cláudio Gottschalg. Arquitetura da informação para uma economia da informação. Informação & Informação, Londrina, v. 22, n. 1, p. 34–59, jan./abr. 2017. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/35675 Acesso em: 20 abr. 2020.

CASTELLS, Manuel.Internet e Sociedade em Rede. In: MORAES, D. (org.). Por uma outra comunicação: mídia, mundialização cultural e poder. Rio de Janeiro: Record, 2003. p. 255 –287.

CAVALCANTI, M.; NEPOMUCENO, C. O conhecimento em rede: como implantar projetos de inteligência coletiva. Rio de Janeiro: Elservier, 2007.

CRUZ, Anamaria da Costa; MENDES, Maria Tereza Reis. A Biblioteca: o técnico e suas tarefas. Niterói: Intertexto, 2000.

CUNHA, Murilo Bastos da. Para saber mais: fontes de informação em ciência e tecnologia. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 2016.

DIGITAL LIBRARY FEDERATION. Expanding the Definition of a “Digital Library”. Arlington, 2014, não paginado. Disponível em: https://www.diglib.org/?s=Digital+Library+definition Acesso em: 15 mar. 2020.

DOWNS, Robert B. Union Catalogs in the United States. Library Quarterly Journal, Chicago, v. 14, n. 1, p. 72-74, 1944.

DUNCAN,Jennifer; HOLLIDAY, Wendy.Designing a Third-Generation Library Web Site. College & Research Libraries, Chicago, v. 69, n. 4, p. 301-318, July 2008. Disponível em: https://crl.acrl.org/index.php/crl/article/view/15942/17388 Acesso em: 1 dez. 2020.

FEATHER; John; STURGES, Paul (ed.). National Union Catalogues. In: International Encyclopedia of Information and Library Science. 2nd Ed. London: Routledge, 2003. p. 68-70. Disponível em: http://mlisuok.weebly.com/uploads/2/6/9/0/26907671/international_encyclopedia_of_information_ind_librrary_science.pdf Acesso em: 2 nov. 2020.

GICHIRI, Mwangi; MARWANGA, Reuben. A Prototype of a virtual union catalogue for Kenya Library and Information Service Consortium (KLISC) member libraries. Nairobi: Strathmore University, 2012. Disponível em: http://hdl.handle.net/11071/3392 Acesso em: 20 jan. 2020.

GONÇALVES, Marcos André. Streams, Structures, Spaces, Scenarios, and Societies (5S): A Formal Digital Library Framework and Its Applications. Blackburg, VI: Faculty of the Virginia Polytechnic, Institute and State University, 2004.

HIDER, Philip. The bibliographic advantages of a centralised union catalogue for ILL and resource sharing. In: WORLD LIBRARY AND INFORMATION CONGRESS, 69th, 2003, Berlin. Proceedings [...]. Berlin: IFLA General Conference and Council, 2003. p. 1-18. Disponível em: https://archive.ifla.org/IV/ifla69/papers/120e-Hider.pdf Acesso em: 5 maio 2020.

INFORMATION ARCHITECTURE INSTITUTE. What is Information Architecture? Ann Arbor, [2018]. Disponível em: https://www.iainstitute.org/what-is-ia Acesso em: 10 nov. 2020.

INGWERSEN, Peter. Information Retrieval Interaction. London: Taylor Graham. 1992.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS. Manifesto for Digital Libraries. Den Haag, 2011. Disponível em: http://www.ifla.org/digital-libraries/manifesto Acesso em: 25 nov. 2020.

KELLER, Clara Downs. Union Catalogs and Lists: aspects of National and California Coverage. Springfield: University of Illinois, 1974.

LARSEN, Knud. National Bibliographic Services. Paris: UNESCO, 1952. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000010117 Acesso em: 29 jan. 2020.

LE COADIC, Y. A Ciência da Informação. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2004.

LIBRARY OF CONGRESS. Z39.50. Whashington, DC: International Standard Maintenance, 2015. Disponível em: http://www.loc.gov/z3950/agency/ Acesso em: 2 maio 2020.

LYNC, Clifford A. Building the Infrastructure of Resource Sharing: Union Catalogs, Distributed Search, and Cross-Database Linkage. Library Trends, London, v. 45, n. 3, p. 448-461, Winter 1997. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/4817438.pdf Acesso em: 5dez. 2020.

MACGREGOR, G.; NICOLAIDES, F. Towards improved performance and interoperability in distributed and physical union catalogues. Program: electronic library and information systems, Waynesville, v. 39, n. 3, p. 227-247, 2005.

MAGALHÃES, Lúcia Helena de; SOUZA, Renato Rocha. Sistema de recuperação da informação: uma abordagem baseada em ontologias. Ponto de Acesso, Salvador, v. 13, n. 2, 2019. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/28452 Acesso em: 12 dez. 2020.

MALCLÈS, Louise Noëlle. La bibliographie. Paris: Presses Univesitaires de France, 1956.

MARCIANO, Richard et al. Archival records and training in the age of big data. In: Re-Envisioning the MLS.[S.l.]: Emerald Publishing Limited, 2018. p. 179-199.

MARCONDES, Carlos Henrique. Interoperabilidade entre acervos digitais de arquivos, bibliotecas e museus: potencialidades das tecnologias de dados abertos interligados. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 21, n. 2, p. 61-83, abr./jun. 2016. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/38363 Acesso em: 10 jun. 2020.

MARCONDES, Carlos Henrique; SAYÃO, Luís Fernando. Integração e interoperabilidade no acesso a recursos informacionais eletrônicos em C&T:a proposta da Biblioteca Digital Brasileira. Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 3, p. 24-33, set./dez. 2001. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/18338 Acesso em: 4 dez. 2020.

ONLINE COMPUTER LIBRARY CENTER. What is WorldCat? Dublin, Ohio, 2019. Disponível em: https://www.worldcat.org/whatis/ Acesso em: 3 jun. 2019.

OPPENHEIM, C.; SMITHSON, D. What is the hybrid library? Journal of Information Science, London, v. 34, n. 1, p. 577-590, Aug. 2008.

RANAWEERA, R. A. A. S. Effectiveness of National Union Catalogue in Sharing the Information in Sri Lanka. In: NATIONAL CONFERENCE ON LIBRARY AND INFORMATION STUDIES, 4., 2008, Colombo. Proceedings […]. 2008, Colombo, 2008.

ROSENFELD, L.; MORVILLE, P; ARANGO, J. Information Architecture: For the Web and Beyond. 4. ed. Sebastopol: O'Reilly, 2015.

SANTAELLA, Lúcia. Navegar no ciberespaço: o perfil cognitivo do leitor imersivo. 3. ed. São Paulo: Sumus, 2009.

SHINTAKU, Milton; DUQUE, Claudio Gottschalg; SUAIDEN, Emir José. Federações de repositórios: conceitos, políticas, características e tendências. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, João Pessoa, v. 11, n. 1, 2016. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/28426 Acesso em: 1 fev. 2021.

SUAREZ, Michael F. S. J.; WOUDHUYSEN, H. R.. The Oxford Companion to the Book. Oxford: Oxford University Press, 2010.

WURMAN, Richard Saul. Information Architects. Los Angeles: Watson-Guptill, 1997.

Downloads

Publicado

2021-10-08

Como Citar

Alentejo, E. S., & Duque, C. G. (2021). Arquitetura do Catálogo Coletivo Brasileiro de Bibliotecas e Serviços de Informação na Web: uma proposta. Revista Ibero-Americana De Ciência Da Informação, 14(3), 764–785. https://doi.org/10.26512/rici.v14.n3.2021.36559

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.