INVESTIGAÇÃO SOBRE AS RELAÇÕES FAMILIARES DE IDOSOS COM IDEAÇÃO SUICIDA E TENTATIVA DE SUICÍDIO

  • Patrícia Rafaele dos Reis Alburquerque
  • Ana Célia Sousa Cavalcante
  • Liliane Leite Moreira
  • Maria Helena Chaib Stegun
  • Ismael Mendes da Silva
  • Claudia Aline de Brito Oliveira
  • Patrícia Carvalho Moreira
  • Brunna Verna Castro Gondinho https://orcid.org/0000-0002-1061-4407
Palavras-chave: Ideação Suicida. Idoso. Relações Familiares. Tentativa de Suicídio.

Resumo

Os fatores de risco para o suicídio em pessoas idosas são, principalmente, relacionados a morte de entes queridos, doenças e relações familiares. Assim, este artigo analisa as relações familiares de idosos com ideação e tentativas suicidas. Realizado na cidade de Teresina-PI, visto que se encontra entre os dez municípios nacionais com maior índice de ocorrência de suicídio entre idosos. Verificou-se que os idosos pesquisados vivenciam conflitos nas relações familiares, sentem-se desprezados, abandonados e rejeitados pelos familiares, motivos pelos quais se culpam; convivem em meio familiar, mas de modo isolado, vivem isolados socialmente e em sofrimento psíquico, com transtornos mentais, que favorecem a ideação suicida. Assim, os idosos pesquisados buscam a religiosidade como formas de enfrentamento e de dar sentido à vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Rafaele dos Reis Alburquerque

Psicóloga. Especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial - FSF/CENSUPEG

Ana Célia Sousa Cavalcante

Mestra em Saúde Coletiva - UNIFOR. Professora do Curso de Psicologia da FACID/DEVRY, Teresina-PI.

Liliane Leite Moreira

Mestra em Ciências e Saúde - UFPI. Profª do Curso de Psicologia da FACID/DEVRY, Teresina-PI.

Maria Helena Chaib Stegun

Especialista em Saúde Pública - Universidade de Ribeirão Preto. Profª do Curso de Psicologia da FACID/DEVRY.

Claudia Aline de Brito Oliveira

Graduada em Psicologia (FACID), Especialista em Tanatologia(FATENE), Saúde Coletiva (FOP/UNICAMP) e em Docência do Ensino Superior (UESPI)

Patrícia Carvalho Moreira

Graduada em Psicologia (UESPI), Especialista em Tanatologia (FATENE), Mestre em Antropologia (UFPI). Membro Pesquisador do Laboratório de Tanatologia e Psiquiatria em outras condições Médicas (UFRJ) e Professora do Centro de Ciências da Saúde (UESPI).

Brunna Verna Castro Gondinho
Graduada em Odontologia (UFPI), Mestre em Odontologia em Saúde Coletiva (FOP/UNICAMP) e Doutoranda em Odontologia – Área: Saúde Coletiva (FOP/UNICAMP).  

Referências

Organização Mundial de Saúde. Transtornos Mentais e Comportamentais. Departamento de Saúde Mental. Prevenção do suicídio: Um Manual para profissional da saúde em Atenção Primária. Genebra; 2000.

World Health Organization. World report on violence and health. Geneva; 2002.

Minayo MCS, Figueiredo AEB, Mangas RM. Estudo sobre tentativas de suicídio em idosos sob a perspectiva da saúde pública (Projeto de Pesquisa). Rio de Janeiro (RJ): Fiocruz; 2013

Minayo MCS, Cavalcante FG, Mangas RM, Souza JRA. Motivos associados ao suicídio de pessoas idosas em autópsias psicológicas. Trivium. 2011 1: 109-117.

Minayo MCS, Figueiredo AEB, Silva RM. (Organizadoras). Comportamento Suicida de Idosos. Fortaleza: Edições UFC, 2016. 437p.

Françoso FG. A Ressocialização do Idoso a partir da Comunicação através da Atividade Física. São Paulo: Conferência Brasileira de Comunicação e Sáude. Acesso em: 03 de Outubro de 2013. Disponível em: http://www.projetoradix.com.br/arq_artigo/X_08.pdf

Rocha SMC. O idoso e os contextos familiares da contemporaneidade brasileira: aspectos sócio jurídicos. In: XXI Encontro Nacional do CONPEDI; 2012; Uberlândia. Florianópolis: Fundação Boiteux; 2012. 2328-2358

Herédia VB, Cortelletti IS, Casara MB. Abandono na velhice. Rio de Janeiro. Acesso em 22 de novembro de 2013. Disponível em: http://www.unati.uerj.br/tse/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S151759282005000300002&Ing=pt&nrm=iso.

Minayo MCS, Cavalcante FG. Tentativas de suicídio entre pessoas idosas: revisão da literatura. Ciênc. Saúde Coletiva. 2015; 20: 1751-1762

Papalia M, Olds SW. Desenvolvimento Humano.7º ed. Porto Alegre: Artmed; 2000

Robbins J. Sobre alteridade e o sagrado em uma época de globalização: o “trans” em “transnacional” é o mesmo “trans” de “transcendente”? Mana. 2008; 14 (1): 119-139

Meleiro AMAS, Teng CT, Wang YP. Suicídio: Estudos Fundamentais. Segmento Farma. 2004; 1: 13-36.

World Health Organization. Preventing suicide: a resource for general physicians. Department of Mental Health, Geneva: World Health Organization; 2000.

Brasil. Ministério da Saúde. Estratégia Nacional de Prevenção do Suicídio. Prevenção do Suicídio: Manual dirigido a profissionais das equipes de saúde mental. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2006.

Oliveria EN, Félix TA, Mendonça CBL et. Al. Tentativa de suicídio por intoxicação exógena: contexto de notificações compulsórias. Revista Eletrônica Gestão & Saúde. Vol.06, N°. 03, Ano 2015 p. 2497-11.

Publicado
2019-08-14
Como Citar
1.
AlburquerquePR dos R, Cavalcante ACS, Moreira LL, Stegun MHC, SilvaIM da, OliveiraCA de B, Moreira PC, Gondinho BVC. INVESTIGAÇÃO SOBRE AS RELAÇÕES FAMILIARES DE IDOSOS COM IDEAÇÃO SUICIDA E TENTATIVA DE SUICÍDIO. Rev. G&S [Internet]. 14º de agosto de 2019 [citado 23º de outubro de 2019];00:02 -18. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/23316
Seção
Artigos de Pesquisa

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##