Literatura e Consciência Política: Revisionismo histórico no romance A cabeça de Hugo Chávez (BRAGA, 2011)

  • Davi Silva Gonçalves UNICENTRO-PR

Resumo

O objeto de análise deste estudo consiste no romance A cabeça de Hugo Chávez (BRAGA, 2011), devido não somente ao conteúdo nele narrado, como também, e talvez principalmente, na sua forma de narrar. Sem uma linearidade bem marcada, conhecemos a história dos mais diversos ângulos, sendo o tema ligando às falas aparentemente dispersas o processo de construção política do continente – o que encapsula guerras, ditaduras, democratização, ameaças estadunidenses etc. Como o romance desenvolve a história política da América Latina consiste, portanto, no centro dessa análise. Isso tendo em vista que o objeto se debruça amplamente sobre esse tema, tão relevante em um momento politicamente conturbado no país, que não só polariza a opinião pública como também expõe o que nela existe de mais temível: uma amnésia generalizada acerca de questões como ditadura, tortura, perseguição política etc. Nesse sentido, minha reflexão se situa na zona limítrofe entre história e literatura, com destaque para o medo e a manipulação discursiva como ferramentas para alienação política.

Palavras-chave: Literatura; História; Política.

Literature and Political Consciousness: Historical revisionism in the novel A cabeça de Hugo Chávez (BRAGA, 2011)

Abstract

My object of analysis consists in the novel A cabeça de Hugo Chávez (BRAGA, 2011), due not only to its content, but also, and maybe especially, given its form of narration. Deprived of a marked linearity, readers get to know the story from diverse angles, being the theme connecting apparently dispersed discourses the process of political construction of the continent – which encapsulates wars, dictatorships, democratisation, U.S.A. threats, etc. How the novel develops the political history of Latin America consists, then, in my analytical cornerstone. That taking into account the great focus of the object on the issue, so relevant in a confusing political moment of Brazil, not only polarising public opinion, but also exposing its most frightful aspect: a generalised amnesia on matters such as dictatorship, torture, political persecution, etc. Therefore, my reflection is located in-between history and literature, highlighting fear and discursive manipulation as tools for political alienation.

Keywords: Literature; History; Politics.

Literatura y conciencia política: Revisionismo histórico en la novela A cabeça de Hugo Chávez (BRAGA, 2011)

Resumen

El objeto de análisis de este estudio consiste en la novela A cabeça de Hugo Chávez (BRAGA, 2011), debido no sólo al contenido en él narrado, como también, y quizás principalmente, en su forma de narrar. Sin una linealidad bien marcada, conocemos la historia de los más diversos ángulos, siendo su estructura mantenida por discursos aparentemente dispersos el proceso de construcción política del continente – que encapsula guerras, dictaduras, democratización, amenazas estadounidenses, etc. Como la novela desarrolla la historia política de América Latina consiste, entonces, en el centro de ese análisis. Esto teniendo en cuenta que el objeto se centra ampliamente en este tema, tan relevante en un momento políticamente conturbado en el país, que no sólo polariza a la opinión publica, sino que también expone lo que en ella existe de más temible: una amnesia generalizada sobre cuestiones como dictadura, tortura, persecución política, etc. En ese sentido, mi reflexión se sitúa en la zona limítrofe entre historia y literatura, con destaque para el miedo y la manipulación discursiva como herramientas para la alienación política.

Palabras-clave: Literatura; Historia; Política.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-04-26
Seção
Artigos