Próximos números 

REVISTA CERRADOS vol. 28, nº 49, ano 2019

Chamada para Publicação
Editor Chefe: Prof. Dr. André Luís Gomes

A Editoria da Revista Cerrados, Qualis B1, do Programa de Pós- Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (UnB), abre chamada para artigos do Volume 28, Número 49, de 2019 intitulado: "Literatura Comparada hoje: passagens e travessias"
 
Data limite para envio de artigos: 05 DE MARÇO DE 2019

Dossiê: Literatura Comparada hoje: passagens e travessias

 

Organizadores deste número (49):

Prof. Dr. Augusto Rodrigues da Silva Junior (UnB)

Profa. Dra. Ana Clara Magalhães de Medeiros (UFAL)

Prof. Dr. Itamar Rodrigues Paulino (UFOPA)

A temática proposta pela Revista Cerrados, do Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (PósLit/UnB), visa estimular o debate sobre a Literatura Comparada no Brasil e no exterior. Almeja-se fornecer um quadro das abordagens, tendências e articulações metodológicas, uma vez que, em nossos dias, cabe questionar quais são ou seriam as perspectivas transdisciplinares e interdisciplinares suscitadas por tal campo. Como elementos para a discussão, nesta arena polissêmica, apresentam-se as seguintes inquietações motivadoras deste volume: a) A Literatura Comparada ainda constitui conceito teórico-crítico significativo ou os matizes do novo milênio apontam para novas vertentes analíticas? b) Qual posição o comparativismo ocupa hoje na Teoria de modo geral, bem como em uma possível Teoria Brasileira da Literatura? c) Reside nela epistemologias que realizam o constante trabalho de recriação e atualização? d) As editoras e congressos ainda estão apegadas a essa visão para alicerçar suas formulações e edições?  e) É possível traçar um caminho para a Literatura Comparada a partir do pensamento do/no Centro-Oeste? f) O projeto dessa vertente teórica sustenta-se intelectual, crítica e dialogicamente nos campos da autoria e da ética acadêmica? Nesse conjunto de indagações, constituído a partir de abordagens metodológicas e observação de conceitos/práticas intelectuais, ainda se pode falar em ferramentas nietzscheanas, bakhtinianas, freudianas, benjaminianas, foucaultianas e candidianas para a realização de análises de poéticas, estéticas e variáveis críticas? Ou, em oposição, já podemos apontar para a morte da Literatura Comparada, sob os ventos de um “depois da teoria”? Neste bojo de reflexões, espera-se receber artigos que tratem teórica e criticamente dessas inquietações, procurando respondê-las, ampliá-las, potencializá-las. O espaço está também aberto para submissão de ensaios que realizem exercícios de análises comparativistas entre literaturas, literaturas e culturas e outras travessias artísticas convocadas pelo literário. Por fim, realizando um ato de autoconsciência crítica, destaque-se que a chamada faz alusões dialógicas a poéticas aproximadas. Conjuga Seis propostas para o novo milênio – um legado de exercícios comparatistas; parafraseia uma obsessão de Riobaldo-Rosa em Grande sertão: veredas – à existência ou não do diabo em uma área de conhecimento que investiga a própria invenção do humano... Evoca, por fim, a definição de Mário de Andrade “de que conto é tudo aquilo que chamamos de conto”. Então, cabe aos autores desse número a vã tarefa de dialogar, provocar, inquirir e até mesmo definir o que vem a ser a Literatura Comparada hoje.

-------------------------------------------------------------------------------------

REVISTA CERRADOS vol. 28, nº 50, ano 2019

Chamada para Publicação
Editor Chefe: Prof. Dr. André Luís Gomes


A Editoria da Revista Cerrados, Qualis B1, do Programa de Pós- Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (UnB), abre chamada para artigos do Volume 28, Número 50, de 2019 intitulado: "Relações entre as literaturas brasileiras e mexicanas contemporâneas: problemas de recepção e intertextualidade"
 
Data limite para envio de artigos: 14 DE JUNHO DE 2019

Dossiê: Relações entre as literaturas brasileiras e mexicanas contemporâneasproblemas de recepção e intertextualidade

 

Organizadores deste número 50:

Erivelto da Rocha Carvalho (Universidade de Brasília)

José Sánchez Carbó (Universidad Iberoamericana Puebla)

Samantha Escobar Fuentes (Benemérita Universidad Autónoma de Puebla)

 

Um olhar sobre a Literatura latino-americana contemporânea exige hoje uma aproximação dinâmica que se preocupe em abordar contextos culturais e lingüísticos diversificados configurados como tradições em diálogo. Daí que dizer “literaturas” significa não tratar de literaturas nacionais compreendidas monolítica e isoladamente, e sim de sistemas (mexicano y brasileiro) que comportam, cada um deles, pelo menos três gerações atualmente em convívio. Ditos sistemas, de por si também múltiplos, podem ser concebidos como emblema do complexo espaço literário latino-americano.

Apesar de se apresentarem como dois relevantes mercados literários em língua espanhola e portuguesa, as literaturas mexicanas e brasileiras contemporâneas se articulam a partir de um relativo ou aparente desconhecimento mútuo. A partir desta perspectiva, a proposta do número 50 da Revista Cerrados é repensar o espaço da literatura latino-americana para além das circunscrições disciplinares já consagradas, desde o estudo e análise de casos concretos de recepção e de relações intertextuais que apontem para a dinâmica de construção de um diálogo crítico-artístico-intelectual entre México e Brasil.  

A revista receberá artigos que contribuam para a reflexão sobre os mútuos processos de recepção e sobre as relações entre textos e obras literárias contemporâneas produzidas no México e no Brasil (sobretudo na segunda metade do século XX e século XXI), e que se debrucem, especialmente, sobre  três tipos de relações intertextuais: traduções de obras literárias do espanhol ao português e vice-versa, publicadas no México e/ou no Brasil; intercâmbios culturais entre autores, críticos ou outros agentes literários mexicanos e brasileiros retratados em obras e/ou textos representativos; poéticas literárias comuns ou próximas de autores dos dois sistemas literários em destaque.     

 

Ao menos um dos autores da contribuição enviada deverá ter a titulação de doutor.

 

Em face de migração para a nova plataforma, solicitamos que:

TODAS AS SUBMISSÕES DEVEM SER FEITAS PELA URL http://periodicos.unb.br/ojs311/index.php/cerrados, a maioria dos cadastros foi importada, mas caso não consiga fazer o login, mesmo após a recuperação de senha, será necessário fazer novo cadastro, incluindo a afiliação e o ORCID (https://orcid.org/register).