Uma Nova Classe Média no Brasil da Última Década?

O debate a partir da perspectiva sociológica

Autores

  • Celi Scalon Universidade Federal do Rio de Janeiro / Professora
  • André Salata Universidade Federal do Rio de Janeiro / Doutorando

Palavras-chave:

Ciências Sociais, Sociologia, Classe Média, Desigualdades, Estratificação, Renda, Consumo

Resumo

Este artigo analisa o surgimento de uma nova classe média, como vem sendo proposto pelos economistas brasileiros, à luz da perspectiva sociológica dos Estudos de Classe. Para tanto, recupera o debate da Economia, que se baseia na renda para definir classes, assim como o da Sociologia da Estratificação, de acordo com seus diferentes marcos teóricos. Usando dados das PNADs 2002 e 2009, apresenta o argumento de que as mudanças na estrutura de classes não foram significativas a ponto de apoiar a ideia de uma nova classe, nem houve um crescimento na classe média tradicional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celi Scalon, Universidade Federal do Rio de Janeiro / Professora

Professora titular da UFRJ

André Salata, Universidade Federal do Rio de Janeiro / Doutorando

Doutorando do PPGSA/IFCS/UFRJ

Downloads

Publicado

25-02-2016

Como Citar

Scalon, C., & Salata, A. (2016). Uma Nova Classe Média no Brasil da Última Década? O debate a partir da perspectiva sociológica. Sociedade E Estado, 27(2), 387–407. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/sociedade/article/view/5658

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.