Convivência versus alcoolismo:

analisando o cotidiano dos familiares

Autores

  • Johnata da Cruz Matos Universidade de Brasília - UnB; Hospital Universitário de Brasilia - HUB
  • Claudete Ferreira de Sousa Monteiro

Palavras-chave:

Enfermagem

Resumo

O estudo objetiva descrever e analisar o cotidiano dos familiares com pacientes alcoolistas em tratamento no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas ”“ CAPSad no Município de Teresina/PI, antes do inicio do tratamento. Utilizou-se a abordagem qualitativa, com 10 familiares de pacientes alcoolistas em tratamento na instituição, através de entrevistas com roteiro semi-estruturado. Esta pesquisa teve como referencial para análise dos dados, a análise de conteúdo. O resultado mostra um Cotidiano permeado por violência física, sexual e psíquica e o álcool produzindo sentimentos negativos e codependentes. Considerou-se a violência como marco constante nesse cotidiano e como consequência a ruptura dos laços afetivos, a desestruturação da família e codependencia, o que conduz a uma necessidade de tratamento mútuo.

Descritores: Alcoolismo; Família; Cuidados de Enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

1.
Matos J da C, Monteiro CF de S. Convivência versus alcoolismo:: analisando o cotidiano dos familiares. Rev. G&S [Internet]. 1º de junho de 2015 [citado 16º de janeiro de 2022];6(2):Pag. 1623-1637. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/2970

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)