Atuação da escola na educação sexual de adolescentes:

uma revisão integrativa

Autores

  • Johnata da Cruz Matos Universidade de Brasília - UnB; Hospital Universitário de Brasilia - HUB
  • Maria Helena Barros Sousa Centro Universitário Euro Americano
  • Ilana Maria do Espírito Santo
  • Érica Viviane Amorim Alvarenga
  • Micheline Veras de Moura Henriques

Palavras-chave:

Enfermagem

Resumo

A educação sexual quando transmitida na adolescência pode contribuir para a diminuição das incidências de casos como as DSTs e outros riscos e vulnerabilidades que o adolescente em seu meio pode estar exposto. A escola é o local mais sucedido para que essas orientações aconteçam, sendo o professor e o enfermeiro os profissionais responsáveis por essas condutas. A partir disso cabe esses profissionais estarem aptos para contribuir com a formação desses adolescentes. Objetivo: analisar as evidências científicas mediante a atuação da escola na educação sexual prestadas para os adolescentes. Método: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura constituída por 12 referências científicas, publicados no período de 2009 a 2015 nas bases de dados Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e no Google Acadêmico. Resultado: Mostram a importância do papel do professor e do enfermeiro dentro da escola, como eles associam o período da adolescência/sexualidade e a estratégia utilizada para transmitir conhecimentos sobre sexualidade.

Descritores: Educação sexual; Adolescente; Escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

1.
Matos J da C, Sousa MHB, Espírito Santo IM do, Alvarenga Érica VA, Henriques MV de M. Atuação da escola na educação sexual de adolescentes:: uma revisão integrativa. Rev. G&S [Internet]. 31º de maio de 2016 [citado 19º de junho de 2024];7(2):Pág. 773-792. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/3542

Edição

Seção

Artigos de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)