Programa Audiologia na Escola - Educação Continuada e Saúde Auditiva

Audiology at School Program - Continuing Education and Hearing Health

Autores

  • Amanda Sodré Almeida
  • Ana Clara Rosa da Silva Slavov
  • Bruna Cunha Souza
  • Dario Pereira de Carvalho
  • Larissa Nunes Macedo
  • Marcela Brenda Alves Costa
  • Isabella Monteiro de Castro Silva

Palavras-chave:

audiologia, estimulação

Resumo

RESUMO O presente artigo discorre sobre o Programa Audiologia na Escola: Educação Continuada e Saúde Auditiva, da Universidade de Brasília, Campus Ceilândia, que desenvolve ações com pré-escolares e escolares de triagem auditiva e do processamento auditivo e atividades que buscam estimular as habilidades auditivas, desenvolve atividades com professores e alunos do ensino médio acerca dos efeitos do uso excessivo de ruídos externos e de fones de ouvido, triagem auditiva em crianças com TEA na ANDE e em trabalhadores do CIR/DF, realizando também a medição de ruído do ambiente através do decibelímetro nesse local, além de trabalhos informativos via redes sociais. Aproximadamente 300 alunos do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental já passaram pelo processo de triagem e sessões de estimulação, 16 crianças com TEA passaram pelas etapas de ASPA e EOA, sendo o último realizado com 59 trabalhadores. Ambientado nas redes, o Instagram do projeto contém 877 seguidores e possui 193 publicações. Os resultados obtidos proporcionam aos alunos a devida prevenção ou aprimoramento do processamento auditivo, contribuindo significativamente na atuação dos educadores e na aquisição e desenvolvimento da aprendizagem. Dessa forma, a estimulação precoce é adequada para o aperfeiçoamento das habilidades auditivas, tal como as ações de promoção e prevenção que o projeto realiza.

PALAVRAS-CHAVE: Audiologia, estimulação, estudantes, saúde do trabalhador.

ABSTRACT This article discusses the Audiology at School Program: Continuing Education and Hearing Health, from the University of Brasília, Campus Ceilândia, which develops hearing screening and auditory processing actions with preschoolers and schoolchildren and activities that seek to stimulate auditory skills, develops activities with teachers and high school students about the effects of excessive use of external noise and headphones, hearing screening in children with ASD at ANDE and in CIR/DF workers, also carrying out the measurement of ambient noise through the decibel meter in this place, in addition to informative works via social networks. Approximately 300 students from the 1st and 2nd year of Elementary School have already gone through the screening process and stimulation sessions, 16 children with ASD have gone through the ASPA and EOA stages, the last one being carried out with 59 workers. Set in networks, the project’s Instagram has 877 followers and 193 publications. The results obtained provide students with the proper prevention or improvement of auditory processing, contributing significantly to the performance of educators and to the acquisition and development of learning. Thus, early stimulation is suitable for the improvement of auditory skills, as well as the promotion and prevention actions that the project carries out.

KEYWORDS: Students, audiology, stimulation, occupational health.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMERICAN SPEECH-LANGUAGE-HEARING ASSOCIATION (ASHA). Central auditory processing: current status of research and implications of clinical practice. Rockville, 1995. Disponível em: https://pubs.asha.org/doi/abs/10.1044/1059-0889.0502.41.

BONALDI, Lais Vieira. Estrutura e Função do Sistema Auditivo Periférico. IN: BOÉCHAT, Edilene Marchini et al. Tratado de audiologia. 2. ed. – Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2015, p. 280-285.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde na escola / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Ministério da Saúde, 2009. 96 p.: il. – (Série B. Textos Básicos de Saúde) (Cadernos de Atenção Básica; n. 24). Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cadernos_atencao_basica_24.pdf.

GATTI, Yolanda; Alcantara Monteiro et al. Intensidade de ruídos e conscientização da equipe de enfermagem no centro de materiais e esterilização. Revista SOBECC, v. 25, n. 4, p. 197-203, 2020. Disponível em: https://revista.sobecc.org.br/sobecc/article/view/631.

LACERDA, Adriana Bender Moreira de et al. Hábitos auditivos e comportamento de adolescentes diante das atividades de lazer ruidosas. Rev. CEFAC, São Paulo, v. 13, n. 2, p. 322-329, Apr. 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462011000200015&lng=en&nrm=iso>.

Downloads

Publicado

2022-09-15

Como Citar

AMANDA SODRÉ ALMEIDA; ANA CLARA ROSA DA SILVA SLAVOV; BRUNA CUNHA SOUZA; DARIO PEREIRA DE CARVALHO; LARISSA NUNES MACEDO; MARCELA BRENDA ALVES COSTA; ISABELLA MONTEIRO DE CASTRO SILVA. Programa Audiologia na Escola - Educação Continuada e Saúde Auditiva: Audiology at School Program - Continuing Education and Hearing Health. Participação, [S. l.], v. 21, n. 37, p. 114–123, 2022. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/participacao/article/view/45042. Acesso em: 8 fev. 2023.