A documentação museológica de um patrimônio cultural da saúde

o caso da coleção museológica do Museu do Instituto Evandro Chagas

Autores

Palavras-chave:

Documentação museológica, Patrimônio cultural da saúde, Coleção museológica, Ciência e tecnologia, Museu do Instituto Evandro Chagas

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar o modelo de documentação museológica adotado no Museu do Instituto Evandro Chagas – MEV, na cidade de Belém, PA, discutindo os princípios e procedimentos normativos que o orientam. Para tanto, a investigação analisa o tratamento da documentação museológica voltada para acervos de ciência & tecnologia. Por fim, apresenta o processo de formação da coleção do Museu do Instituto Evandro Chagas - MEV, a fim de compreender o papel dos objetos vinculados a temática da saúde, na construção da memória institucional e na preservação do testemunho dos processos científicos e do desenvolvimento tecnológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Elian dos Santos, Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz

Doutor em História pela Universidade de São Paulo (USP), é pesquisador do Departamento de Arquivo e Documentação (DAD) da Casa de Oswaldo Cruz / Fundação Oswaldo Cruz. É professor dos cursos de mestrado profissional em Gestão de Documentos e Arquivos da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz.

Referências

ALBERTI, S J M M. Why Collect Science? Journal of Conservation and Museum Studies, 2017. 15(1): 1, p. 1–10. Disponível em: https://doi.org/10.5334/jcms.150 Acesso em 29 abr. 2019

ARNOLD, Ken. Museums and the making of medical history. In.: Manifesting Medicine. Ed. Robert Bud. 1999. p.145-175

BRASIL. Decreto nº 8124, de 17 de outubro de 2013. Regulamenta dispositivos da Lei nº 11.904, de 14 de janeiro de 2009, que institui o Estatuto de Museus, e da Lei nº 11.906, de 20 de janeiro de 2009, que cria o Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/decreto/d8124.htm. Acesso em: 16 nov. 2021.

BOYLAN, P. J. (Org.). Como gerir um museu: manual prático. Paris: UNESCO, 2004. 259 p.

BVS. Biblioteca Virtual em Saúde. Grupo de Trabalho História e Patrimônio Cultural da Saúde. Termo de constituição da Rede História e Patrimônio Cultural da Saúde.

CARTA DO RIO DE JANEIRO SOBRE O PATRIMÔNIO CULTURAL DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Disponível em http://www.mast.br/images/pdf/Carta-do-Rio-de-Janeiro-sobre-Patrimnio-Cultural-da-Cincia-e-Tecnologia.pdf Acesso em 16 nov 2021

CERAVOLO, Suely Moraes. Apresentação à edição brasileira. In.: Declaração dos princípios de documentação em museus e Diretrizes internacionais de informação sobre objetos: categorias de informação do CIDOC / Comitê Internacional de Documentação (CIDOC). São Paulo, 2014. p. 11-15 (Gestão e documentação de acervos: textos de referência, 1)

CID, Felip. Museológía médica: aspectos teóricos y cuestiones prácticas. Museo Vasco de História de la Medicina e de la Ciência. Bilbao. 2007.

FARIA, Sónia Castro. O objecto e os museus de medicina: aprofundamento de um modelo de estudo. Dissertação (Mestrado Curso Integrado de Estudos Pós-Graduados em Museologia). Universidade do Porto/Departamento Ciências Técnicas do Porto, Porto. 2009. Orientador: Alice Lucas Semedo.

FERREZ, Helena Dodd; BIANCHINI Maria Helena S. Thesaurus para acervos museológicos. Rio de Janeiro. Fundação Nacional Pró-Memória. Coordenadoria Geral de Acervos Museológicos. 1987.

GRANATO, M.; SANTOS, F. P. Os Museus e a Salvaguarda do Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia no Brasil. In: GRANATO, M. (Org.) Museologia e Patrimônio, Série MAST: 30 anos de pesquisa. Rio de Janeiro: MAST, 2015. p. 79-119. v. 1. Disponível em http://site.mast.br/hotsite_mast_30_anos/pdf/volume_01.pdf Acesso em 16 nov 2021.

LOUREIRO, José Mauro Matheus. Esboço acerca da documentação museológica. In.: Museus Instituição de Pesquisa. Rio de Janeiro: MAST, 2005. p.24-30 (MAST Colloquia; 7)

LOURENÇO, Marta. O patrimônio da ciência: importância para a pesquisa. In: Museologia e Patrimônio. vol.II. n. 48 1 - jan/jun de 2009. Disponível em: http://revistamuseologiaepatrimonio.mast.br/index.php/ppgpmus/article/viewFile/45/25 Acesso em 16 nov 2021

MENSCH, Peter van. Object as data carrier. In.: Towards a methodology of museology. PhD thesis, University of Zagreb. 1992. (Capítulo 12)

MUSEU DA SAÚDE. Manual do Inventário do Património Museológico da Saúde: Guia Prático. Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge. Portugal. 2012

MUSEU DO INSTITUTO EVANDRO CHAGAS. Plano museológico: 2020-2024. Ananindeua: Instituto Evandro Chagas, 2020.

PEARCE, Susan M. Pensando sobre os objetos. In: GRANATO, Marcus; SANTOS, Claudia Penha dos (orgs.). Museus Instituições de Pesquisa. Rio de Janeiro: MAST: 2005, p. 11-21.

SANTOS, Claudia Penha dos. A coleção de objetos de ciência e tecnologia do Museu de Astronomia e Ciências Afins: reflexões sobre a documentação museológica. In.: Documentação em Museus /Museu de Astronomia e Ciências Afins. Organização: Marcus Granato, Claudia Penha dos Santos e Maria Lucia N. M. Loureiro. Rio de Janeiro. MAST, 2008. (MAST Colloquia; 10)

SERRES, Juliane Conceição Primon. “Preservação do Patrimônio Cultural da Saúde no Brasil: uma Questão Emergente”. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v.22, n.4, out.-dez. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/hcsm/v22n4/0104-5970-hcsm-22-4-1411.pdf Acesso em 23 jun 2019.

Downloads

Publicado

2022-09-05

Como Citar

Silva, G. S., & Elian dos Santos, P. (2022). A documentação museológica de um patrimônio cultural da saúde: o caso da coleção museológica do Museu do Instituto Evandro Chagas. Museologia & Interdisciplinaridade, 11(Especial), 231–250. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/museologia/article/view/40788

Edição

Seção

Dossiê Perspectivas de Documentação Museológica: Competências, Formações, Experi