Construindo uma trajetória de Maria Augusta Rui Barbosa

Autores

  • Gabriela Lúcio de Sousa Universidade de Brasília
  • Maria Margaret Lopes

DOI:

https://doi.org/10.26512/museologia.v11i21.36851

Palavras-chave:

Trajetória, Maria Augusta Rui Barbosa, Museu Casa de Rui Barbosa, domesticidade

Resumo

Este artigo visa elucidar a trajetória de Maria Augusta Rui Barbosa através de dois contextos específicos. O primeiro é a sua relação com o Museu Casa de Rui Barbosa, referente à sua posição de domesticidade e vinculação ao lar, sua relevância para facilitar a criação da instituição e sua vinculação com os ambientes do museu. O segundo analisa duas publicações que biografam a vida de Rui Barbosa e, consequentemente, comentam sobre a vida de Maria Augusta. O comparativo das biografias permite perceber diferenças na interpretação de quem Maria Augusta foi, e principalmente, como ela foi (des)contextualizada em prol do desenvolvimento do tipo de mulher que se espera de um homem público como Rui Barbosa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

AFONSO, Micheli Martins; SERRES, Juliane Primon. “Casa”“museu, museu”“casa ou casa histórica? Uma controversa tipologia museal”. Revista Contribucionesa las Ciencias Sociales, novembro de 2014. Disponível em http://www.eumed.net/rev/cccss/30/casa”“museu.html. Acesso em: 11 jun. 2020.

BANDEIRA, Carlos Viana. Lado a lado de Rui (1876”“1923). Rio de Janeiro: Casa de Rui Barbosa/Ministério da Educação e Cultura, 1960.

BARBOSA, Francisco de Assis. Rui Barbosa visto por sua esposa Dona Maria Augusta e sua filha Maria Adélia. In: BARBOSA, Francisco de Assis. (Org.). Retratos de família. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1968.

CHRISTENSEN, Kim. “Ideas versus things: the balancing act of interpreting historic house museums”. International Journal of Heritage Studies, United Kingdom, v. 17, n. 2: 153-168, 2011.

COSTA, Antônio Joaquim da. Rui Barbosa na Intimidade. Rio de Janeiro: Casa de Rui Barbosa, 1949.

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA. Aposento particular de Rui. Disponível em: http://www.casaruibarbosa.gov.br/geral.php?ID_S=206&ID_M=200. Acesso em 27/04/2020.

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA. Iconografia (Busca: Maria Augusta). Disponível em: <http://iconografia.casaruibarbosa.gov.br>. Acesso em 27/04/2020.

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA. Museu Casa de Rui Barbosa. Disponível em: http://www.casaruibarbosa.gov.br/paracriancas/interna.php?ID_M=6. Acesso em 27/04/2020.

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA. Plano museológico Museu Casa de Rui Barbosa: 2018 ”“ 2021 / organização Aparecida Rangel... [et al.]. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2018.

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA. Quarto do casal. Disponível em: http://www.casaruibarbosa.gov.br/geral.php?ID_S=207&ID_M=198. Acesso em 27/04/2020.

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA. Sala de almoço. Disponível em: http://www.casaruibarbosa.gov.br/geral.php?ID_S=207&ID_M=199. Acesso em 27/04/2020.

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA. Sala de festa. Disponível em: http://www.casaruibarbosa.gov.br/geral.php?ID_S=205&ID_M=209. Acesso em 27/04/2020.

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA. Visita virtual ao museu. Disponível em: http://www.casaruibarbosa.gov.br/geral.php?ID_S=159. Acesso em 27/04/2020.

GLASER, Jane R. “The impact of women on museums ”“ an american seminar”. Museum International Journal, United Kingdom, v. 43, n. 3: 180”“182, 1991.

GONÇALVES, João Felipe Ferreira. Vida, glória e morte de Rui Barbosa: a construção de um herói nacional. 1999. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) ”“ Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

HILL, Kate. “Collecting authenticity: domestic, familial, and everyday “old things” in English museums, 1850”“1939”. Museum history journal, United Kingdom, v. 4, n. 2: 203-222, 2011.

HOMEM, Maria Cecília Naclério. O palacete paulistano e outras formas urbanas de morar da elite cafeeira. 1867-1918. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

JORNAL DO COMMERCIO. “Casa Ruy Barbosa: sua inauguração solenne, hoje, a' tarde”. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, 13 de agosto de 1930. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=364568_12&PagFis=4653&Pesq=%22Museu%20Ruy%20Barbosa%22. Acesso em 24/06/2020.

KOFES, Suely; PISCITELLI, Adriana. “Memórias de ‘histórias femininas, memórias e experiências’". Cadernos Pagu, n. 8/9: 343-354, 2011.

MAGALHÃES, Rejane Mendes Moreira de Almeida. Rui Barbosa na Vila Maria Augusta. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2013.

POTTER, Gaby. “Gender Bias: Representations of Work in History Museums”. Continuum: The Australian Journal of Media & Culture, Australia, v. 3, n. 1, 1990. Edited by the Institute for Cultural Policy Studies, Griffith University. Disponível em: https://wwwmcc.murdoch.edu.au/ReadingRoom/3.1/Porter.html. Acesso em 28/06/2020.

RANGEL, Aparecida Marina de Souza; ALMEIDA, Álea dos Santos de. “Os cómodos do Museu Casa de Rui Barbosa enquanto museália”. MIDAS ”“ Museus e estudos interdisciplinares, Portugal, v. 5, n. 8 (1): 1”“15, 2017.

RANGEL, Aparecida Marina de Souza. Museu Casa de Rui Barbosa: entre o público e o privado. 2015. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) ”“ Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

RUY BARBOSA, João Valentim. Entrevista com João Valentim Rui Barbosa (Boy), neto de Maria Augusta e Rui Barbosa para o projeto Memória de Rui: depoimento. [2 de abril, 1979]. Rio de Janeiro: Museu Casa de Rui Barbosa. Entrevista concedida a Claudia Barbosa Reis e Lídia Cordeiro de Oliveira.

SAFFIOTI, Heleieth Iara Bongiovani. A mulher na sociedade de classes: mito e realidade. Petrópolis: Editora Vozes, 1978.

SILVEIRA, Maria Teresa da. Museu Casa de Rui Barbosa: interpretação, memória e esquecimento. 2016. Dissertação (Mestrado em Museologia e Patrimônio) ”“ Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro ”“ UNIRIO / Museu de Astronomia e Ciências Afins ”“ MAST. Programa de Pós-graduação em Museologia e Patrimônio, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

SOUSA, Gabriela Lúcio de. Os quimonos de Maria Augusta Rui Barbosa: pesquisa e conservação de roupas musealizadas, 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Conservação e Restauração) ”“ Escola de Belas Artes, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

SOUZA, Gilda de Mello e. O espírito das roupas: a nova moda do século dezenove. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

SOUZA, Leal de. “O governo feminino”. O Careta, Rio de Janeiro, 23 de junho de 1917. Bric”“a”“brac. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=083712&PagFis=18168&Pesq=%22O%20governo%20feminino%22. Acesso em 24/06/2020.

VIANA FILHO, Luiz. A vida de Rui Barbosa. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1943. 2ª Edição.

WAGMAN”“GELLER, Marlene. Behind Every Great Man: Forgotten Women Behind the World's Famous and Infamous. Illinois: Sourcebooks, 2015.

Downloads

Publicado

2022-05-17

Como Citar

de Sousa, G. L., & Lopes, M. M. (2022). Construindo uma trajetória de Maria Augusta Rui Barbosa. Museologia & Interdisciplinaridade, 11(21), 318–333. https://doi.org/10.26512/museologia.v11i21.36851