Democracia e Direitos Humanos:

desafios para a Museologia e os museus

Autores

  • Kátia Regina Felipini Neves

DOI:

https://doi.org/10.26512/museologia.v8i16.27321

Resumo

O artigo reflete sobre Democracia e Direitos Humanos e a crise na contemporaneidade. Questiona as instituições museológicas, em que a maioria ainda não assumiu como parte de sua missão colaborar na formação de cidadã/os para a valorização dos princípios democráticos e do respeito aos direitos humanos, deixando essa responsabilidade a cargo das instituições criadas para essa finalidade. Coloca aos museus o desafio de continuar com sua trajetória de transgressões, assumindo a temática dos direitos humanos nas ações museológicas de forma sistêmica e problematiza de que forma as Universidades podem inserir a temática nos seus três pilares ”“ ensino, pesquisa e extensão ”“, especialmente na formação em Museologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BOBBIO, Norberto. Qual socialismo? Discussão de uma alternativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

BOVERO, Michelangelo. Observar a democracia com as lentes de Bobbio. Revista Cult, ano 12, n.º 137, julho de 2009.

BRUNO, Maria Cristina Oliveira. Os museus servem para transgredir: um ponto de vista para a Museologia paulista. In: SISEM ”“ Sistema Estadual de Museus. (Org.). Museus: o que são, para que servem? Brodowski, SP: ACAM Portinari : Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, 2011. (Coleção Museu Aberto).


BRUNO, Maria Cristina Oliveira. Museologia e museus: os inevitáveis caminhos entrelaçados. Cadernos de Sociomuseologia, Lisboa, n.º 25, 2006.

BRUNO, Maria Cristina Oliveira. Formas de humanidade: concepções e desafios da Museologia. Cadernos de Sociomuseologia, Lisboa, n.º 9, 1996.

CHAUÍ, Marilena. Direitos humanos e educação. Congresso sobre Direitos Humanos, Brasília, ago. 2006.

CONVENÇÃO que constituiu a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura ”“ UNESCO, em 16 de novembro de 1945.

DAVALLON, Jean. L’évolution du rôle des musées. La Lettre de l’Ocim, n. 49, 1997.

EDITORIAL Conselho. Breves considerações sobre a genealogia e o significado da Recomendação sobre a proteção e a promoção dos museus e coleções, de sua diversidade e de sua função na sociedade. Paris, 20 de novembro de 2015. Cadernos de Sociomuseologia, Lisboa, v. 54, n. 10, jul. 2017.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, Paulo. Educaçao como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

GREGORI, José. Reflexões no Sexagenário Aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos. In: GIOVANNETTI, Andrea (Org.). 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos: conquistas do Brasil. Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão, 2009.

GUARNIERI, Waldisa Rússio Camargo. Conceito de Cultura e sua inter-relação com o patrimônio cultural e a preservação (1990). In: BRUNO, Maria Cristina Oliveira (Org.), Waldisa Rússio Camargo Guarnieri: textos e contextos de uma trajetória profissional. São Paulo: Pinacoteca do Estado: Secretaria de Estado da Cultura: Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Museus, 2010.

GUARNIERI, Waldisa Rússio Camargo. 1º Seminário Internacional de Legislação Comparada no Setor de Cultura (s/d). In: BRUNO, Maria Cristina Oliveira (Org.), Waldisa Rússio Camargo Guarnieri: textos e contextos de uma trajetória profissional. São Paulo: Pinacoteca do Estado: Secretaria de Estado da Cultura: Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Museus, 2010.

HERREMAN, Yane. De personajes y otros mitos del ICOM: el gurú Mario. Gaceta de Museos, n. 60, p. 28-39, 2015.

ISOLAN, Fiorela B. A formação em Museologia nas universidades brasileiras: reflexões sobre o ensino da gestão e do planejamento sob a ótica da Museologia. Dissertação (Mestrado em Museologia), Universidade de São Paulo, 2017.

LAFER, Celso. Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948). In: MAGNOLI, Demétrio (Org.). História da paz. São Paulo: Editora Contexto, 2008.

LINDGREN-ALVES, José Augusto. É preciso salvar os direitos humanos. São Paulo: Perspectiva, 2018.

MOUTINHO, Mário C. Museus e Sociedade: reflexões sobre a função social do museu. Monte Redondo, PT: Museu Etnológico Monte Redondo, 1989. (Cadernos e Património, no 5)
NEVES, Kátia Regina Felipini. A Potencialidade dos Lugares da Memória sob uma Perspectiva Museológica Processual: um estudo de caso. O Memorial da Resistência de São Paulo. Dissertação (Mestrado em Museologia), Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia, 2011.

PRIMO, Judite Santos. A Museologia e as políticas culturais europeias: o caso português. Tese (Doutorado em Educação), Universidade Portucalense Infante D. Henrique, 2007.

RÚSSIO, Waldisa. Sistema da Museologia (1983). In: BRUNO, Maria Cristina Oliveira (Org.), Waldisa Rússio Camargo Guarnieri: textos e contextos de uma trajetória profissional. São Paulo: Pinacoteca do Estado: Secretaria de Estado da Cultura: Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Museus, 2010.

RÚSSIO, Waldisa. Algumas considerações sobre uma política cultural para o estado de São Paulo. São Paulo: Boletim do Museu da Casa Brasileira, 1976. In: BRUNO, Maria Cristina Oliveira (Org.), Waldisa Rússio Camargo Guarnieri: textos e contextos de uma trajetória profissional. São Paulo: Pinacoteca do Estado: Secretaria de Estado da Cultura: Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Museus, 2010.

UNESCO. Recomendação referente à Proteção e Promoção dos Museus e Coleções, sua Diversidade e seu Papel na Sociedade. Aprovada em 17 de novembro de 2015 pela Conferência Geral da UNESCO em sua 38ª sessão.

XAVIER, Denise. A museologia itinerante: uma perspectiva histórica. Cadernos de Sociomuseologia, Lisboa, v. 45, 2013.

Downloads

Publicado

2019-10-30

Como Citar

Neves, K. R. F. (2019). Democracia e Direitos Humanos:: desafios para a Museologia e os museus. Museologia &Amp; Interdisciplinaridade, 8(16), 220–235. https://doi.org/10.26512/museologia.v8i16.27321