Patrimônio de moda e têxteis: virtualização de acervos e contribuições para o conhecimento

Autores

  • Vera Felippi PPG Design - Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Evelise Rüthschilling Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Gabriela Perry Universidade Federal do rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.26512/museologia.v6i12.16333

Palavras-chave:

Museologia

Resumo

Considerando que a moda e os têxteis são fontes potenciais de pesquisa sob a ótica do patrimônio cultural e estão cada vez mais visíveis no ambiente digital de museus, este estudo tem como objetivo a reflexão sobre a disponibilização de acervos desta tipologia no ambiente digital museológico. Além disso, leva-se em consideração a relevância do conteúdo comunicado para a contribuição e disseminação do conhecimento. Observou-se que, enquanto alguns museus usam o espaço virtual como “vitrine” para seus acervos, outros usam como estratégia para aprofundar o conhecimento, instigar investigações e despertar o interesse pelo seu espaço museal. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ANDRADE, Rita. Indumentária em museus brasileiros: uma questão pública? In: Memórias e museus. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2015, p. 83-87.

______. Por debaixo dos panos: cultura e materialidade de nossas roupas e tecidos. In: Tecidos e sua conservação no Brasil: museus e coleções. São Paulo: Museu Paulista da USP, 2006, p.72-76.

ANDRADE, Rita; PAULA, Teresa C.T de. Estudar e pesquisar roupas e tecidos no Brasil. In: II Seminário Nacional de Pesquisa em Cultura Visual. Faculdade de Artes Visuais/UFG, Goiânia/GO, jun/2009. Disponível em: https://seminarioculturavisual.fav.ufg.br/up/778/o/2009.GT3a_Rita_Andrade_e_Tereza_Cristina.pdf>. Acesso em: 1 mar. 2016.

ARANTES, Priscila. Museu Digital: memórias, acesso e laboratórios de criação. In: Memórias e Museus. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2015, p. 137-151.

BERTALYA, Prihandoko.; OKTAVINAB, Rakhma.; RAMADHANB, Danu. Designing a Prototype of Digital Museum to Promote Woven Songket: a local product of Sumatera, Indonesia. JurnalTeknologi (Sciences & Engineering), vol.3, n. 68, p. 77”“80, 2014. Disponível em: <http://www.jurnalteknologi.utm.my/index.php/jurnalteknologi/article/view/2951/2194> Acesso em 14 dez. 2016.

BONADIO, Maria C. Moda é coisa de museu? In: Anais do 8º. Colóquio de Moda. 5o. Edição Internacional, 2012, Rio de Janeiro. Anais do 8º. Colóquio de Moda. Rio de janeiro: 2012, p.1-13. Disponível em:<http://coloquiomoda.com.br/anais/anais/8-Coloquio-de-Moda_2012/GT06/ARTIGO-DE-GT/Moda_e_coisa_de_museu.pdf>. Acesso 27 jun 2016.

BRASIL, Marina C.. Transposições para o meio digital interativo: design de informação em museus digitais. Revista Anagrama: Revista Científica Interdisciplinar da Graduação. São Paulo: USP, ano 7, ed. 2, dez./2013 a fev./2014. Disponível em: <http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/anagrama/article/viewFile/8625/7921>. Acesso em: 27 out. 2016.

BROOKS, Mary; Caroline Clark, Dinah Eastop, Carla Petschek. Restauração e conservação: algumas questões para os conservadores. A perspectiva da conservação de têxteis. In: Anais do Museu Paulista. São Paulo: Museu Paulista da USP, v.2 p. 235-250 jan./dez. 1994. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/anaismp/article/view/5301/6831>. Acesso em: 13 abr. 2016.

CASTILHO, Kathia; MERLO, Marcia. MIMO: o museu da indumentária e da moda. In: VIII Colóquio de Moda e 5ºCongresso Internacional, 2012. Rio de Janeiro. Anais do 8º. Colóquio de Moda. Rio de janeiro: 2012. Disponível em:<http://www.coloquiomoda.com.br/anais/anais/8-Coloquio-de-Moda_2012/GT01/ARTIGO-DE-GT/104159_mimo.pdf>. Acesso em: 20 nov. 2016.

CARVALHO, Rosane M. R.. Comunicação e informação de museus na internet e o visitante virtual. Revista Museologia e Patrimônio. Rio de Janeiro: Unirio, vol.I ano 84, - jul/dez de 2008. Disponível em:<http://revistamuseologiaepatrimonio.mast.br/index.php/ppgpmus/article/viewFile/8/4>.Acesso em: 22 out. 2015.

CARRERA, Maria P. V.. Interface em Museus Virtuais: propostas para ações. Revista Anagrama: Revista Científica Interdisciplinar da Graduação. São Paulo: USP, ano 6, jun-ago 2013. Disponível em:<http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/anagrama/article/viewFile/8544/7887> Acesso em: 10 nov. 2015.

CRISPI, Ana P. L. O costume do ano 2045 de Salvador Dali: história de um vestido. Tecidos e sua conservação no Brasil: museus e coleções. São Paulo: Museu Paulista da USP, 2006, p. 171-177.

DODEBEI, Vera; GOUVEIA, Ines. Memórias de pessoas, de coisas e de computadores: museus e seus acervos no ciberespaço. MUSAS ”“ Revista Brasileira de Museus e Museologia. N.3, 2007. Disponível em: https://www.museus.gov.br/wp-content/uploads/2011/01/Musas3.pdf> Acesso em: 21 out. 2015

EASTOP, Dinah. Material culture in action: conserving garments deliberately concealed within buildings1. In: Anais do Museu Paulista. São Paulo: Museu Paulista USP, v.15. n.1, p. 187- 204, jan./jun. 2007. Disponível em:<http://www.revistas.usp.br/anaismp/article/view/5457/6987> Acesso em 13 abr. 2016.

EASTOP, Dinah. A conservação de têxteis como uma prática de conservação, de investigação e de apresentação. In: Tecidos e sua Conservação no Brasil: museus e coleções. São Paulo, Museu Paulista da USP, 2006.

FOO, Shubert. Online Virtual Exhibitions: Concepts and Design Considerations. Bulletin of Information Technology. DESIDOC - Defence Scientific Information & Documentation Centre: vol. 4, ed. 28, p. 22-34, 2008. Disponível em: <http://www3.ntu.edu.sg/home/sfoo/publications/2008/2008DESIDOC_fmt.pdf >Acesso em: 02 fev. 2017.

HELLMANN, Aline G. A moda no século XXI: para além da distinção social. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas-UFRGS. Dissertação no PPG em sociologia. Porto Alegre. 2009. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/21459/000736166.pdf?sequence=1> Acesso em 20 nov. 2015.

INTERNATIONAL COUNCIL OF MUSEUMS. Key Concepts of Museology. Ed. André Desvallées e François Mairesse. Disponível em:<http://icom.museum/ fileadmin/user_upload/pdf/Key_Concepts_of_Museology/Museologie_Anglais_BD.pdf> Acesso em: 25 jul. 2016.

KARP, Cary. A legitimacy of Virtual Museum. ICOM News, 2004, n.3 p. 5. Disponível em: <http://icom.museum/fileadmin/user_upload/pdf/ICOM_News/2004-3/ENG/p8_2004-3.pdf> Acesso em: 01 nov. 2015.

KAWAMURA, Yuniya. Fashion-ology: an introduction of fashion studies. Berg: New York, 2005. Disponível em: <https://www.academia.edu/15731054/Fashion-ology_An_Introduction_to_Fashion_Studies?auto=download>. Acesso em: 12 abr. 2016

LEITE, Fernando César Lima. Como gerenciar e ampliar a visibilidade da informação científica brasileira: repositórios institucionais de acesso aberto. Brasília: Ibict, 2009.

LEPOURAS, G., CHARITOS, D., VASSILAKIS, C., CHARISI, A., HALATSI, L. Building a VR museum in a Museum. In: VRIC Laval Virtual International Conference. Richir, S., Richard, P., Taravel, B. (eds.), Laval: France, 2001. Disponível em: <http://www2.media.uoa.gr/~charitos/papers/conf/LEP2001.pdf> Acesso em 20 jan.2017.

LIMA, Vera. A coleção de têxteis do Museu Histórico Nacional: preservando a memória. Tecidos e sua conservação no Brasil: museus e coleções. São Paulo: Museu Paulista da USP,2006.

MATOS, Isla A.P. Educação museal: o caráter pedagógico do museu na Construção do conhecimento. Brazilian Geographical Journal: Geosciences and Humanities Research Medium. Universidade Federal de Uberlândia: v. 5, n. 1, p. 93-104, jan./jun. 2014. Disponível em: <http://www.seer.ufu.br/index.php/braziliangeojour Disponível em: <http://www.seer.ufu.br/index.php/braziliangeojournal/article/view/23630/13811>Acesso em 10 fev. 2016.

MARIN, Sabrina Popp. Comunicação Virtual de Museus: a informação sobre Arte nos sistemas da TATE e do MAC. Universidade São Paulo. Dissertação no PPG Interunidades em Estética e História da Arte, 2011. Disponível em: Acesso em: 01 nov. 2015.

MELCHIOR, Marie R.; SVENSSON, Birgitta. Fashion and Museums: theory and practice. London: Bloomsbury, 2014.

MENESES, Ulpiano B. A comunicação/informação no museu: uma revisão de premissas. In: I Seminário serviços de informação em museus, São Paulo, 25 e 26 de novembro, Estação Pinacoteca. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2011. Disponível em: <http://biblioteca.pinacoteca.org.br:9090/publicacoes/index.php/sim/article/viewFile/6/5> Acesso em: 12 abr. 2016.

MERLO, Márcia; RAHME, Anna M. A moda e o museu: uma experiência no espaço digital. In: Memórias e museus. São Paulo: Estação das Letras e Cores, p. 113-133, 2015.

PÁDULA, Roberto S. Website de museu de arte: uma abordagem da gestão cultural. Faculdade de Administração da Pontifícia Universidade Católica. Dissertação no PPG em Administração. São Paulo: 2007.

PAULA, Lorena T.De: Informação em ambientes virtuais de aprendizagem(AVA). 2009. Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais. Dissertação no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Informação. Belo Horizonte: 2009.

PAULA, Teresa C.T. Tecidos no museu: argumentos para uma história das práticas curatoriais no Brasil. Anais do Museu Paulista. São Paulo. v.14. n.2.p. 253- 298. jul.-dez. 2006. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/anaismp/article/view/5451/6981> Acesso em: 13 abr. 2016.

PROWN, Jules David. Mind in Matter: an introduction to material culture theory and method. Winterthur Portfolio, vol. 17, No. 1, pp. 1-19. Published by The University of Chicago Press, 1982. Disponível em:<http://blogs.ubc.ca/qualresearch/files/2010/09/Mind-in-Matter.pdf> Acesso em 20 mar. 2016.

RALA, Silvia. Perspectivas didáticas e comunicativas da museologia e da Museografia no Design: a ‘arquitetura’ dos novos espaços museais. In: 2º. Seminário Internacional de Museografia e Arquitetura de Museus: Identidades e Comunicação-novembro 2010. Disponível em: <http://arquimuseus.arq.br/anais-seminario_2010/eixo_ii/p3-48-silviarala>. Acesso em: 29/11/2016.

SALAR H. et al. Online (Virtual) Exhibitions Applicatıon in Education. DESIDOC Journal of Library & Information Technology, vol. 33, No. 3, May 2013, pp. 176-182. Disponível em: <http://publications.drdo.gov.in/ojs/index.php/djlit/article/view/4603>Acesso em 24 nov. 2016

SCHWEIBENZ, W. The development of virtual museums. ICOM NEWS, 57 (3) p. 3, 2004. Disponível em: <http://icom.museum/fileadmin/user_upload/pdf/ICOM_News/2004-3/ENG/p3_2004-3.pdf> Acesso em: 20 out. 2015.

TEIXEIRA, Robson da Silva. Museu virtual: um novo olhar para a informação e comunicação na museologia. Perspectivas em Ciência da Informação. Minas Gerais: Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais, v.19, n.4, p.226-238, out./dez. 2014. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pci/v19n4/a13v19n4.pdf> Acesso em: 27 out. 2015.

UNESCO-ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PRA A EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA. Paris, 2003. Disponível em: <http://www.unesco.org/new/es/communication-and-information/access-to-knowledge/preservation-of-documentary-heritage/digital-heritage/concept-of-digital-heritage/>Acesso em: 30 out. 2015.

VARTIAINEN, Henriikka; ENKENBERG, Jorma. Learning from and with museum objects: design perspectives, environment, and emerging learning systems. Education Technology Research and Development. Vol.61, p.841”“862, 2013. Disponível em: <http://link.springer.com/article/10.1007%2Fs11423-013-9311-8#/page-1>. Acesso em: 25 mar. 2016.

VIANA, Fausto. Museu de moda ou indumentária precisa ser tão grande? In: Museus e moda: acervos, metodologias e processos curatoriais. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2016. P. 37-59.

Downloads

Publicado

2017-09-22

Como Citar

Felippi, V., Rüthschilling, E., & Perry, G. (2017). Patrimônio de moda e têxteis: virtualização de acervos e contribuições para o conhecimento. Museologia &Amp; Interdisciplinaridade, 6(12). https://doi.org/10.26512/museologia.v6i12.16333

Edição

Seção

Artigos