A exposição como dispositivo na Arte Contemporânea: conexões entre o técnico e o simbólico

Autores

  • Ana Maria Albani de Carvalho Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.26512/museologia.v1i2.12654

Palavras-chave:

Exposição. Arte Contemporânea. Dispositivo. Poder simbólico.

Resumo

No contexto cultural contemporâneo, marcado tanto pela globalização, quanto pelos investimentos em ações de alcance micro-político, é necessário indagar sobre as conexões nem sempre visíveis que constituem a rede que forma o campo da arte contemporânea. Seguindo esta linha de pensamento, este artigo procura elaborar uma reflexão sobre o papel da exposição no campo artístico contemporâneo. Percebida como um fenômeno cultural que se manifesta como um instrumento de poder, a exposição é definida como “dispositivo”, um conceito que permite ir além do dualismo entre o técnico e o simbólico, que muitas vezes norteia o debate sobre o tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2012-11-28

Como Citar

Carvalho, A. M. A. de. (2012). A exposição como dispositivo na Arte Contemporânea: conexões entre o técnico e o simbólico. Museologia & Interdisciplinaridade, 1(2), 47. https://doi.org/10.26512/museologia.v1i2.12654

Edição

Seção

Artigos