Museologia, Comunicação Museológica e Narrativa Indígena

a Experiência do Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre

Autores

  • Marília Xavier Cury Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.26512/museologia.v1i1.12345

Palavras-chave:

Exposição antropológica. Exposição indígena. Narrativa expositiva. Kaingang. Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre.

Resumo

O presente artigo apresenta a participação de um grupo Kaingang em processo expográfico no Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre. Discutimos como a Museologia pode se apropriar de situações culturais que envolvem a musealização como processo dinâmico e interativo e o museu como fenômeno em construção. O caso apresentado tem como objetivo reafirmar a ideia de patrimônio e musealização como conceitos que se constroem contemporaneamente na esfera coletiva, o que equivale a dizer que as distâncias semânticas entre os contextos da vida coletiva e museu devem ser enfrentadas e incorporadas ao processo de discussão sobre eficácia comunicacional e política de formação de coleções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-04-26

Como Citar

Cury, M. X. (2012). Museologia, Comunicação Museológica e Narrativa Indígena: a Experiência do Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre. Museologia &Amp; Interdisciplinaridade, 1(1), 49–76. https://doi.org/10.26512/museologia.v1i1.12345

Edição

Seção

Artigos