A representação de atores sociais na construção da narrativização identitária no gênero reportagem

  • Amanda Oliveira Rechetnicou Universidade Estadual de Goiás
  • Sostenes Lima Universidade Estadual de Goiás
Palavras-chave: Narrativização identitária, Representação de atores sociais, Gênero reportagem

Resumo

Este trabalho busca discutir sentidos ideológicos potenciais da representação de atores sociais na construção da narrativização identitária no gênero reportagem. Com base na Análise Crítica de Gêneros (ACG) e no modelo teórico-analítico de van Leeuwen (1997), o estudo apresenta uma análise com foco na representação e identificação de atores sociais do campo político. O corpus de investigação é composto por reportagens de março de 2015 das revistas semanais de informação CartaCapitalÉpocaIstoÉ e Veja. Os resultados apontam que os diferentes modos de representação de atores sociais são potenciais na construção da narrativização identitária e na legitimação de posicionamentos político-partidários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Oliveira Rechetnicou, Universidade Estadual de Goiás

Mestra em Educação, Linguagem e Tecnologias pela Universidade Estadual de Goiás (MIELT/UEG).

Sostenes Lima, Universidade Estadual de Goiás

Doutor em Linguística pela Universidade de Brasília. Docente do Programa de Pós-graduação em Educação, Linguagem e Tecnologias da Universidade Estadual de Goiás.

Publicado
2016-06-09
Seção
Artigos de pesquisa