Trê caminhos para servidão

Main Article Content

Gabriela Tunes da Silva
Roberto Bartholo

Resumo

Em O Caminho para a Servidão, F. A. Hayek argumenta que a planificação econômica defendida em algumas
doutrinas socialistas gera o mesmo tipo de servidão presente nos Estados totalitários. Baseado nisso, ele conclui que a única forma de se garantir a liberdade é implementar o liberalismo econômico. Hayek identifica algumas características dos sistemas totalitários, mostrando que os Estados socialistas têm essas mesmas características. Este artigo pretende mostrar que a caracterização que Hayek faz dos estados totalitários aplicase aos Estados Unidos. Assim, o liberalismo econômico gera o mesmo tipo de servidão encontrado nos sistemas totalitários. Polanyi nos mostra que a servidão não advém da centralização do poder ou da planificação da economia, mas sim da submissão
da vida das pessoas a sistemas frios e impessoais. Pode-se concluir, então, que existem inúmeros caminhos possíveis para a servidão, e a humanidade já experimentou três deles: o totalitarismo, o comunismo e o liberalismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Silva, G. T. da, & Bartholo, R. (2011). Trê caminhos para servidão. Sociedade E Estado, 18(1-2). Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/sociedade/article/view/5008
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Gabriela Tunes da Silva

Centro de Desenvolvimento Sustentável, Universidade de Brasília (CDS-UnB).

Roberto Bartholo

Professor da Coordenação dos Programas de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia
da Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE-UFRJ).