Organizações Sociais de Saúde (OSS):

Privatização da Gestão de Serviços de Saúde ou Solução Gerencial para o SUS?

Autores

  • Gabriella Barreto Soares Faculdade de Odontologia de Araçatuba - UNESP
  • Fabiano Tonaco Borges Professor Adjunto do Departamento de Planejamento em Saúde (MPS), Instituto de Saúde Coletiva (ISC), Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói/RJ, Brasil.
  • Renata Reis dos Santos Professora Doutora da Universidade Nove de Julho
  • Cléa Ada Saliba Garbin Professora titular na Faculdade de Odontologia da Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)
  • Suzely Ada Saliba Moimaz Professora titular na Faculdade de Odontologia da Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP
  • Carlos Eduardo Gomes Siqueira Professor Associado na Faculdade de Serviços Públicos e Comunitários (College of Public and Community Service) da Universidade de Massachusetts Boston,

Palavras-chave:

Gestão

Resumo

Revisamos criticamente a literatura publicada no Brasil sobre as Organizações Sociais de Saúde como modelo de gestão de serviços de saúde ambulatoriais e hospitalares para o Sistema Único de Saúde. Optamos pelo método de revisão integrativa, através de busca na base de dados científicas Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs) e na biblioteca eletrônica Scientific Electronic Library Online (SciELO). Foram identificados 31 artigos que atenderam aos critérios de inclusão. Os estudos publicados até 2015 sobre as OSS são metodologicamente insuficientes e não permitem generalizações sobre a maior eficiência da gestão de serviços de saúde por meio das OSS em comparação com a gestão pública. Mesmo com a falta de dados empíricos conclusivos na literatura científica revisada, há fortes argumentos legais, administrativos, e políticos que sugerem que as OSS não se constituem como solução  para resolver os problemas de gestão de serviços no SUS. Embora se apresentem como modelo “sem fins lucrativos” ou filantrópico e fundamentado em técnicas gerenciais modernas e eficientes, as OSS tendem a fortalecer a privatização do sistema público de saúde brasileiro.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriella Barreto Soares, Faculdade de Odontologia de Araçatuba - UNESP

Doutoranda em Odontologia Preventiva e Social

Fabiano Tonaco Borges, Professor Adjunto do Departamento de Planejamento em Saúde (MPS), Instituto de Saúde Coletiva (ISC), Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói/RJ, Brasil.

Doutor em Odontologia Preventiva e Social, Faculdade de Odontologia de Araçatuba-UNESP. Professor Adjunto do Departamento de Planejamento em Saúde (MPS), Instituto de Saúde Coletiva (ISC), Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói/RJ, Brasil.

Renata Reis dos Santos, Professora Doutora da Universidade Nove de Julho

Doutora em Odontologia Preventiva e Social na Faculdade de Odontologia da Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)  - Araçatuba (SP), Brasil. Professora doutora da Universidade Nove de Julho

Cléa Ada Saliba Garbin, Professora titular na Faculdade de Odontologia da Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Doutora em Odontologia legal e Deontologia pela Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil. Professora titular na Faculdade de Odontologia da Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)  - Araçatuba (SP), Brasil

Suzely Ada Saliba Moimaz, Professora titular na Faculdade de Odontologia da Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP

Doutora em Odontologia Preventiva e Social na Faculdade de Odontologia da Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)  - Araçatuba (SP), Brasil. Professora titular na Faculdade de Odontologia da Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Carlos Eduardo Gomes Siqueira, Professor Associado na Faculdade de Serviços Públicos e Comunitários (College of Public and Community Service) da Universidade de Massachusetts Boston,

Doutor em Work Environment Policy pela Universidade de Massachusetts Lowell, Estados Unidos. Professor Associado na Faculdade de Serviços Públicos e Comunitários (College of Public and Community Service) da Universidade de Massachusetts Boston, Estados Unidos. carlos.siqueira@umb.edu

Downloads

Como Citar

1.
Soares GB, Borges FT, Santos RR dos, Garbin CAS, Moimaz SAS, Siqueira CEG. Organizações Sociais de Saúde (OSS):: Privatização da Gestão de Serviços de Saúde ou Solução Gerencial para o SUS?. Rev. G&S [Internet]. 31º de maio de 2016 [citado 20º de junho de 2024];7(2):Pág. 828-850. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/3547

Edição

Seção

Artigos de Revisão