Análise da cobertura e resultados do exame papanicolaou em uma unidade básica de saúde

Autores

  • Jéssica Fracalossi Feijó Universidade Federal Fluminense
  • Gustavo Potratz Gonçalves
  • Thaís Fonseca Chagas
  • Laryssa Caroline Reis Silva
  • Luísa Gonçalves Dutra de Oliveira

Palavras-chave:

Área de Saúde, Prevenção, Políticas de Saúde

Resumo

O diagnóstico precoce do câncer de colo de útero é de extrema importância para redução da morbimortalidade provocada por esse tipo de neoplasia. Isso justifica um estudo que analise a cobertura e os resultados do exame Papanicolaou na população usuária do SUS, levando em conta o padrão das alterações e o tratamento proposto, bem como a proporção de mulheres que não comparece para receber o resultado do exame. Com esses objetivos, foi desenvolvida uma pesquisa quantitativa, descritiva e exploratória, utilizando-se os registros de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) da região metropolitana do Rio de Janeiro e bancos de dados (SISCOLO e IBGE) referentes ao ano de 2011. Os resultados apontaram cobertura total de 11,25%, resultados alterados em 78,66% dos casos, proporção de 29,90% de exames não entregues, tempo médio entre coleta e chegada do resultado do exame à UBS de um mês e 26 dias e tempo médio entre coleta e entrega do resultado à usuária de quatro meses e seis dias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jéssica Fracalossi Feijó, Universidade Federal Fluminense

Graduando de Medicina

Downloads

Publicado

17-08-2017

Como Citar

1.
Feijó JF, Gonçalves GP, Chagas TF, Silva LCR, de Oliveira LGD. Análise da cobertura e resultados do exame papanicolaou em uma unidade básica de saúde. Rev. G&S [Internet]. 17º de agosto de 2017 [citado 2º de março de 2024];4(4):pag. 1253-1268. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/354

Edição

Seção

Artigos de Pesquisa