AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DO CÂNCER DE MAMA E NO COLO DO ÚTERO NO CONHECIMENTO DA ENFERMAGEM BRASILEIRA

Autores

  • Sílvio Eder Dias da Silva UFPA
  • Jéssica Oliveira da Cunha
  • Antônio Correa Marques Neto UFPA
  • Jamyle Guedes da Costa UFPA
  • Fernanda Araujo Trindade UFPA
  • Ana Leticia Gomes Fonseca UFPA
  • Teresinha Ilenize Almeida Souza UFPA
  • Luma Flavia Josino Matins UFPA
  • Esleane Vilela Vasconcelos SESPA

Palavras-chave:

Enfermagem

Resumo

Trata-se de uma pesquisa documental cujo objetivo caracterizar as representações sociais sobre o câncer ginecológico presentes nas teses e dissertações da enfermagem brasileira no período de 2001 a 2007. A fonte de pesquisa foi o Banco de Teses e Dissertações da Associação Brasileira de Enfermagem. Foram identificados 51 estudos. A análise dos dados originou as seguintes categorias temáticas: Os aspectos psicossociais de pacientes com câncer; As representações sociais do câncer feminino; O cotidiano da mulher com câncer de mama e no colo do útero; Prevenção e tratamento: o papel do enfermeiro. Os estudos propiciaram apreender os aspectos do contexto psicossocial, tão importantes e necessários no sentido de olhar mais atentamente a prática assistencial da enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

17-08-2017

Como Citar

1.
da Silva SED, da Cunha JO, Neto ACM, da Costa JG, Trindade FA, Fonseca ALG, Souza TIA, Matins LFJ, Vasconcelos EV. AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DO CÂNCER DE MAMA E NO COLO DO ÚTERO NO CONHECIMENTO DA ENFERMAGEM BRASILEIRA. Rev. G&S [Internet]. 17º de agosto de 2017 [citado 6º de dezembro de 2021];4(3):pag. 1130-1145. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/345

Edição

Seção

Artigos de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2