Redução de perícias médicas baseada na gestão de absenteísmo,rotatividade e qualidade de vida no trabalho

Autores

  • Beatriz Maria dos Santos Santiago Ribeiro
  • Victor Hideaki Goto Hirai
  • Elen Ferraz Teston

DOI:

https://doi.org/10.26512/gs.v9i3.20291

Palavras-chave:

Perícias Médicas. Absenteísmo. Rotatividade. Qualidade de Vida no Trabalho

Resumo

A perícia médica realizada no Instituto Nacional do Seguro Social possui diversas finalidades médicas baseadas na legislação vigente, concedendo ou não o benefício ao trabalhador. Dentre os benefícios, está o auxílio doença acidentário (B-91), que é um benefício devido ao segurado que ficar incapacitado para o trabalho ou atividade habitual, por motivo de doença, possivelmente, ocupacional, por mais de 15 dias. O objetivo deste estudo foi expor a relação do absenteísmo, rotatividade e qualidade de vida no trabalho com o afastamento do trabalhador, concessão de benefício (B-91) e apresentar a importância do controle de absenteísmo na redução de perícia médica. Trata-se de um estudo bibliográfico, sendo realizada a busca dos artigos através da biblioteca virtual SciELO. É de extrema importância o uso de ferramentas que busquem a melhora contínua na qualidade de vida do trabalhador. Sendo assim, quanto maior o investimento em condições de trabalho e qualidade de vida, maior será o retorno financeiro para a empresa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Maria dos Santos Santiago Ribeiro

Enfermagem

Publicado

2019-08-12

Como Citar

1.
Ribeiro BM dos SS, Goto Hirai VH, Teston EF. Redução de perícias médicas baseada na gestão de absenteísmo,rotatividade e qualidade de vida no trabalho. Rev. G&S [Internet]. 12º de agosto de 2019 [citado 1º de dezembro de 2020];9(3):393 - 403. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/20291

Edição

Seção

Artigos de Revisão

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##