Aproximação sobre o pensamento de uma mãe de santo e a emancipação feminina

Autores

  • Tânia Mara Campos de Almeida Universidade de Brasília
  • Guilherme Dantas Nogueira Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.26512/revistacalundu.v4i1.32236

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tânia Mara Campos de Almeida, Universidade de Brasília

Professora Adjunta IV do Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília.

Guilherme Dantas Nogueira, Universidade de Brasília

Tata Kambondo Mub’nzazi, da Cabana Senhora da Gória – Nzo Kuna Nkos’i. Doutor em Sociologia e pesquisador colaborador do Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília. Integrante fundador do Grupo Calundu.

Referências

BAJA, Maria Azul di. “Um Relato Kimbandista, Umbandista e Batuqueiro da Argentina”. Revista Calundu, v.3, n.2 – jul-dez, 2019. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/revistacalundu/article/view/27167/24725. Acessado em 07 de maio de 2020.

NOGUEIRA, Guilherme Dantas. “Na minha casa mando eu” – mães de santo, comunidades de terreiro e o Estado. Tese (Doutorado em Sociologia) – Departamento de Sociologia, Instituto de Ciências Sociais. Universidade de Brasília. 2019.

Publicado

2020-06-29

Como Citar

Campos de Almeida, T. M., & Dantas Nogueira, G. (2020). Aproximação sobre o pensamento de uma mãe de santo e a emancipação feminina. Revista Calundu, 4(1). https://doi.org/10.26512/revistacalundu.v4i1.32236

Edição

Seção

Seção Especial – Feminismo mediado por uma mãe de santo e suas entidades

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##