Declaração sobre ética e más práticas de publicação

Declaração sobre ética e más práticas de publicação

Esta declaração é baseada nas diretrizes e normas desenvolvidas pelo Committee on Publication Ethics (COPE)

A Revista Latino-Americana de Criminologia (RELAC) busca a garantia de padrões de comportamento ético por todas as partes envolvidas no ato de publicação: autores(as), editores(as) e pareceristas. Esta declaração, baseada nas "Diretrizes de melhores práticas para editores de revistas" da COPE, descreve esses padrões para fins de publicação na nossa revista.

Deveres dos(as) Editores(as)

Decisão de publicação

Os(As) editores(as)-chefe da RELAC são responsáveis por decidir quais trabalhos submetidos à  revista devem ser publicados. Os(As) editores(as) podem seguir as polí­ticas do conselho editorial da revista e levarão em conta requisitos legais no que toca a assuntos como difamação, violação de direitos autorais e plágio.

Confidencialidade

A equipe editorial da RELAC não deve divulgar informações sobre um trabalho submetido a qualquer pessoa que não seja autor ou autora, parecerista, parecerista potencial ou membro do conselho editorial, conforme o caso.

Divulgação e conflito de interesses

Materiais inéditos divulgados em um trabalho submetido não devem ser utilizados nas pesquisas próprias de editores sem o expresso consentimento por escrito de autores(as).

Deveres dos(as) pareceristas ou avaliadores(as)

Contribuição para as decisões editoriais

Os(As) Pareceristas auxiliam na melhor dos trabalhos submetidos e na tomada de decisóes editoriais, por meio de pareceres e comunicação com editores(as) e autor(a) correspondente.

Avaliação

Qualquer avaliador(a) convidado(a) que se sinta desqualificado(a) para analisar a pesquisa apresentada em um trabalho ou que, por qualquer motivo, entenda não ser possí­vel sua revisão deve notificar os(as) editores(as) e retira-se do processo de revisão. 

Objetividade

As avaliações e os pareceres devem ser fundamentados e redigidos de forma objetiva. Crí­ticas pessoais aos(às) autores(as) são inadequadas.

Reconhecimento de fontes

Avaliadores(as) e pareceristas devem identificar trabalhos publicados relevantes que não tenham sido citados no trabalho submetido. Qualquer afirmação de que uma observação, derivação ou argumento tenham sido publicados antes devem ser acompanhados de citação da fonte relevante. O(A) parecerista deve também chamar a atenção dos(as) editores(as) para qualquer semelhança substancial ou sobreposição entre o trabalho em questão e qualquer outro trabalho publicado de que tenha conhecimento pessoal.

Divulgação e conflito de interesses

Informações privilegiadas ou ideias obtidas por meio da leitura do trabalho submetido devem ser mantidas em sigilo e não devem ser utilizadas para proveito pessoal. Pareceristas e avaliadores(as) não devem considerar trabalhos em que tenham conflitos de interesse resultantes de concorrência, colaboração, ou outros relacionamentos ou ligações com qualquer um dos(as) autores(as), empresas ou instituições ligadas ao trabalho.

Deveres dos(as) autores(as)

Relato do trabalho

Os(As) autores(as) devem apresentar um relato preciso do trabalho de pesquisa realizado, bem como uma análise objetiva de seu significado.

Acesso e retenção a dados

Os(as) autores(as) podem ser solicitados a fornecer os dados brutos relacionados ao manuscrito submetido, com a finalidade de revisão editorial. Devem estar preparados para fornecer acesso público a esses dados (em acordo com a declaração conjunta sobre dados e base de dados da Association of Learned and Professional Society Publishers e da The International Association of Sci-entific, Technical, & Medical Publishers), se possí­vel, e devem, em qualquer caso, estar preparados para guardar esses dados por um perí­odo de tempo razoável após a publicação.

Originalidade e Plágio

Os(as) autores(as) devem garantir que escreveram trabalhos originais; quando usarem trabalhos e/ou conceitos e ideias de outras pessoas, devem garantir a devida citação e referência.

Publicação múltipla ou concorrente

Trabalhos que descrevam essencialmente a mesma pesquisa em mais de uma revista ou publicação primária não devem ser submetidos. Adicionalmente, a submissão do mesmo trabalho a mais de um periódico simultaneamente constitui comportamento antiético e inaceitável.

Reconhecimento de fontes

O reconhecimento adequado do trabalho de outros(as) pesquisadores(as) devem ser sempre observados. Todas as publicações que tenham sido influentes na determinação dos resultados do trabalho devem ser relatadas.

Autoria do trabalho

A autoria deve ser limitada àqueles(as) que fizeram uma contribuição significativa para a concepção, desenho, execução ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como coautores(as). Se há outras pessoas que participaram de certos aspectos substantivos da pesquisa, devem ser creditadas ou listadas apenas como contribuidoras. O(a) autor(a) deve garantir que os(as) coautores(as)aprovaram a versão final do trabalho e concordaram com a sua submissão para publicação. 

No ato da submissão devem ser fornecidos os endereços de e-mails de coautores(as). Uma vez aceito pelo Conselho Editorial, a RELAC enviará uma cópia desta declaração a todos(as) coautores(as), para a qual serão esperados manifestações individuais de concordância como requisitos para o iní­cio do processo de avaliação. Após este momento, toda a comunicação será realizada com o(a) autor(a).

Divulgação e conflitos de interesse

Os(as) autores(as) devem revelar no trabalho qualquer conflito de interesse que possa ser interpretado como fator influente nos resultados da pesquisa ou na interpretação desses resultados. Além disso, devem ser divulgadas todas as fontes de apoio financeiro para realização da pesquisa.

Erros fundamentais em trabalhos publicados

Quando o(a) autor(a) identificar um erro ou imprecisão significativa em seu próprio trabalho publicado, é de sua obrigação notificar a Equipe Editorial da RELAC e colaborar para correção ou retratação do trabalho.