FILOSOFIA DA RELIGIÃO EM EPICURO

UMA ABORDAGEM NATURALISTA DA CRENÇA EM DEUS

Autores

  • José Aristides da Silva Gamito Seminário Diocesano Nossa Senhora do Rosário

Palavras-chave:

Epicuro. Religião. Inatismo. Cooperação Social. Epistemologia Reformada.

Resumo

A filosofia da religião de Epicuro de Samos procura resolver três problemas sobre a existência dos deuses e sobre a religião pública: a origem da crença na existência dos deuses, a intervenção deles no mundo e a função do culto religioso. Em comparação com a Epistemologia Reformada que discute a racionalidade das crenças religiosas, Epicuro sustenta que a crença na divindade se origina por meio de uma prolépsis natural que sugere que os deuses são felizes e imortais. As teses de Epicuro trazem como consequência uma redefinição da função da religião visto que os deuses não causam malefícios e nem benefícios aos homens e nem interferem no mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

AMIS, Elizabeth. Epicurean Empiricism. In: WARREN, James. The Cambridge Companion to Epicurism. Cambrige: Cambridge University Press, p. 85-87, 2009.

AQUINO, Tomás. Suma contra os Gentios. Volume II, p. 690.

CALVINO, João. Institutas da Religião Cristã. Volume I. Campinas: Edição Clássica, 2003.

CARO, Tito Lucrécio. De Rerum Natura. Barcelona: Bosch, 1976.

CÍCERO, Marco Túlio. Da Natureza dos Deuses I. Tradução, Introdução e Notas de Willy Paredes Soares. João Pessoa: Ideia, 2017.

FESTUGIÈRE, André-Jean. Epicuro i Suoi Dèi. Traduzione dal francese di Luisa Moscardini. Roma: Castelvecchi, 2015.

GADARA, Philodemus of. On Piety. Edited by Dirk Obbink. Oxford: Claredond Press, 1996.

JÚNIOR, José Carlos Piacente. A Herança Epistêmica Agostiniano-Calvinista em Alvin Plantinga. Fides Reformata XV, n. 2, p. 21-42, 2010.

OBBINK, Dirk. The atheism of Epicurus. Greek, Roman and Byzantine Studies; Cambridge, v. 30, n. 2, p. 187-223, 1989.

SADLEY, David. Epicurus’ theological innatism. In: FISH, Jeffrey; SANDERS, Kirk. (Ed.). Epicurus and the Epicurean Tradition. Cambridge: Cambridge University Press, 2011.

SAMOS, Epicuro de. Obras Completas. Traducción de José Vara. Madrid: Ediciones Cátedra, 2012.

_________________. Carta sobre a Felicidade. Tradução e apresentação de Álvaro Lorencini e de Enzo Del Carratore. São Paulo: Editora UNESP, 2003.

SEDLEY, David. Epicurean theories of knowledge. Lexicon Philosophicum International Journal for the History of Texts and Ideas, Special Issue, p. 105-121, 2018.

SILVA, Marcos Roberto Damásio. A prólepsis de Epicuro e seus significados. Codex, Revista de Estudos Clássicos, v. 6, n. 1, p. 146-181, 2018.

VAN EYGHEN, Hans. There is no Sensus Divinitatis. Journal for the Study of Religions and Ideologies, vol. 15, n. 45, p. 24-40, 2016.

Downloads

Publicado

2021-09-01

Como Citar

da Silva Gamito, J. A. (2021). FILOSOFIA DA RELIGIÃO EM EPICURO: UMA ABORDAGEM NATURALISTA DA CRENÇA EM DEUS. Revista Brasileira De Filosofia Da Religião, 7(2), 39–52. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/rbfr/article/view/38866

Edição

Seção

Artigos (temática geral)