Direitos Humanos e Ensino Jurídico: uma superação dos modelos assistencialistas a partir da experiência na extensão universitária

Autores

  • Júlio Aguiar de Oliveira Universidade Federal de Ouro Preto
  • Gerlis Prata Surlo Universidade Federal de Ouro Preto

Palavras-chave:

Ensino jurídico. Extensão universitária. Direitos Humanos. Comunidades locais.

Resumo

O modelo tradicional de extensão dos cursos de Direito representado pelos núcleos de prática jurídica, encontra-se em crise. Isso porque, nesse modelo, os alunos desenvolvem atividades mecânicas que impedem as discussões em conjunto, a crítica e a busca de soluções criativas. Esse tipo de atividade extensionista harmoniza-se com um projeto de formação acadêmica orientada por uma perspectiva positivista de compreensão e realização do Direito, que reduz o Direito à lei e o afasta da realidade. Diante desse cenário, o objetivo do presente artigo é apresentar a experiência do programa de extensão NDH-UFOP (Núcleo de Direitos Humanos da UFOP), exemplo de atividade acadêmica voltada para uma verdadeira formação do estudante de Direito. Uma formação que pressupõe, necessariamente, o desenvolvimento de habilidades que possibilitem uma interpretação do Direito comprometida com a complexidade do real.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlio Aguiar de Oliveira, Universidade Federal de Ouro Preto

Professor Doutor dos Cursos de Graduação e de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Ouro Preto-UFOP e da Pontifícia Universidade Católica-MG e Coordenador-Geral do Programa de Extensão Núcleo de Direitos Humanos da UFOP.

 

Gerlis Prata Surlo, Universidade Federal de Ouro Preto

Graduando em Direito pela Universidade Federal de Ouro Preto ”“UFOP e Coordenador-Adjunto do Programa de Extensão do Núcleo de Direitos Humanos /UFOP.

Referências

Costa, Alexandre Bernardino (Org.). A experiência da extensão universitária da Faculdade de Direito da UNB. Vol. 3. Brasília, 2007.
Freire, Paulo. Pedagogia do oprimido. 12 ª ed. Rio de Janeiro: Paz e terra, 1983.
Grau, Eros Roberto. Ensaio e discurso sobre a interpretação/aplicação do Direito. 3ª Edição. São Paulo, Malheiros, 2005.
Gustin, Miracy Barbosa de Sousa. Das necessidades humanas aos direitos: ensaio de Sociologia e Filosofia do Direito. Belo Horizonte: Del Rey, 1999.
Santos, Boaventura de Souza. A crítica da razão indolente: contra o desperdício da experiência. 4ª edição: São Paulo: Cortez, 2000.
Thiollent, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. 14. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

Downloads

Publicado

2011-12-21

Como Citar

OLIVEIRA, J. A. de; SURLO, G. P. Direitos Humanos e Ensino Jurídico: uma superação dos modelos assistencialistas a partir da experiência na extensão universitária. Participação, [S. l.], n. 17, 2011. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/participacao/article/view/24151. Acesso em: 3 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos de desenvolvimento teórico