Metáforas conceituais na construção da representação social de pobreza pela mídia argentina

Autores

  • Gênesson Johnny Lima Santos Correio Universidade Federal do Ceará
  • Tiago Alves Nunes Universidade Federal do Ceará
  • Lívia Márcia Tiba Rádis Batista Instituto Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.26512/les.v16i1.7538

Palavras-chave:

: mídia; metáforas conceituais; representação social; pobreza

Resumo

A América Latina concentra um dos maiores índices de pobreza do planeta. Contribuindo para a compreensão do processo de construção discursiva de representação social (RS), pretende-se analisar aspectos discursivos envolvidos na construção RS do objeto pobreza na mídia argentina. Utilizam-se como vetor de RS as metáforas conceituais presentes em notícias publicadas nos periódicos El Clarín e La Nación entre janeiro de 2007 e dezembro de 2008, período de transição dos Governos Kirchner. Como suporte teórico destacam-se os trabalhos de van Dijk (1990, 2005, 2008), Moscovici (1978, 2009), Thompson (2008) e Lakoff & Johnson (1998). 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gênesson Johnny Lima Santos Correio, Universidade Federal do Ceará

Mestrando em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL) da Universidade Federal do Ceará - UFC. Graduado em Letras (licenciatura), com habilitação em Português/Espanhol e suas respectivas literaturas, pela mesma universidade. Integrante do Grupo de Estudo e Pesquisa em Ensino e Aprendizagem de Línguas Adicionais (GEALA), cadastrado no CNPq. Desde 2011, integra a equipe executiva da Entrepalavras, revista de Linguística vinculada ao Departamento de Letras Vernáculas (DLV) da supracitada universidade. É professor efetivo de língua portuguesa da rede estadual de ensino básico do Ceará e professor-tutor do Curso Semipresencial de Licenciatura em Letras-Português ofertado pela Universidade Aberta do Brasil (UAB) em parceria com o Instituto UFC virtual.

Tiago Alves Nunes, Universidade Federal do Ceará

Mestrando em Linguística do Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL) da UFC. Integrante do Grupo de Estudo e Pesquisa em Ensino e Aprendizagem de Línguas Adicionais (Geala), vinculado ao DGP/CNPq. Atua nas áreas: Linguística Aplicada e Estudos Críticos do Discurso, dedicando-se aos seguintes temas: ensino e aprendizagem de línguas; multiletramentos; representação social e ideologia. É professor de Língua Portuguesa da rede de educação básica do Estado do Ceará e professor-tutor do curso semipresencial em Licenciatura em Letras-Português pelo Instituto UFC Virtual/Universidade Aberta do Brasil. 

Lívia Márcia Tiba Rádis Batista, Instituto Federal da Bahia

É professora associada I da UFBA. Foi professora efetiva da Universidade Federal do Ceará (2003-2015), com a qual mantém vínculo através do Programa de Pós-graduação em Linguística (PPGL) e no ProfLetras desta Universidade. Doutora em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Possui Mestrado em Letras (Língua Espanhola e Literatura Espanhola e Hispano-Americana) e em Educação, ambos pela Universidade de São Paulo (USP). Tem Pós-Doutorado pela Universidade Pompeu Fabra (Barcelona). É líder do Grupo de Pesquisa Ensino e Aprendizagem de Línguas Adicionais (GEALA-CNPq)e integrante do GT da ANPOLL Ensino e Aprendizagem na perspectiva da Linguística Aplicada.

Referências

ARRUDA, A. Representações sociais: emergência e conflito na psicologia social. In: BAPTISTA, L. (org.). Anuário do laboratório de subjetividade e política 1991-1992. Niterói: Ed. UFF; p.115-31, 1992.

CARDOSO, G. A mídia na sociedade em rede. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 8. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2006.

CRUCES Guillermo; EPELE Nicolás; GUARDIA Laura. Los programas sociales y los objetivos de desarrollo del milenio en Argentina. División de Desarrollo Social. Naciones Unidas: Santiago de Chile, 2008.

DUVEEN, G. Introdução: o poder das ideias. In: MOSCOVICI, S. Representações sociais: investigações em psicologia social. Trad. Pedrinho A. Guareschi. 6. ed. Petrópolis: Editora Vozes, 2009.

FAIRCOUGH, N. Discurso e mudança social. Brasília: Editora da UnB, 2001.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

LAKOFF, George; JOHNSON, Mark. Metáforas de la vida cotidiana. Trad. Carmen González Marín. Madrid, España: Cátedra, 1998.

MACEDO, A. C. P.; FELTES, H. P. M.; LIMA, P. L. C. Cognição e metáfora: a teoria da metáfora conceitual. In: MACEDO, Ana Cristina Pelosi de; FELTES, Heloísa Pedroso de Moraes; FARIAS, Emilia Maria Peixoto (org.). Cognição e linguística: explorando territórios, mapeamentos e percursos. Caxias do Sul, RS: EdUCS; Porto Alegre: EdiPUCRS, 2008.

MOSCOVICI, S. Representações sociais: investigações em psicologia social. Trad. Pedrinho A. Guareschi. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 2009.

__________________. A representação social da Psicanálise. Trad. Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

PAZ, Jorge Augusto. Programas dirigidos a la pobreza en América Latina y el Caribe: sustento teórico, implementación práctica e impactos sobre la pobreza en la región. 1. ed. Buenos Aires: Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales - CLACSO, 2010.

SÁ, C. P. O campo de estudo das representações sociais. In: SÁ, Celso Pereira de. Núcleo central das representações sociais. Petrópolis: Editora Vozes, 1996, p. 29-50.

SARDINHA, T. B. Metáfora. São Paulo: Parábola Editorial, 2007.

STEINBERGER, M. B. Discursos geopolíticos da mídia: Jornalismo e imaginário internacional na América Latina. São Paulo: Cortez Editora, 2005.

THOMPSON, J. B. A mídia e a modernidade: uma teoria social da mídia. Trad. Wagner de Oliveira. Petrópolis: Editora Vozes, 2008.

VAN DIJK, T. A. Discurso e poder. São Paulo: Editora Contexto, 2008.

_________________.Ideología y análisis del discurso. In: Utopía y praxis latinoamericana. Revista Internacional de Filosofía Iberoamericana y Teoría Social/Afio, 2005.

__________________. La noticia como discurso: comprensión, estructura y producción de la información. Trad. GAL, Guillermo. Barcelona-Buenos Aires-México: Ediciones Paidós, 1990.

VO, A. N. Estrategias de negación del racismo: un estudio de caso sobre la negación en la prensa deportiva. 2006. Dissertação (Mestrado em Linguística e Aplicações tecnológicas) – Departamento de Tradução e Ciências da Linguagem. Barcelona: Universidade Pompeu Fabra, 2006.

Publicado

2015-06-29

Como Citar

Correio, G. J. L. S., Nunes, T. A., & Batista, L. M. T. R. (2015). Metáforas conceituais na construção da representação social de pobreza pela mídia argentina. Cadernos De Linguagem E Sociedade, 16(1), 173-190. https://doi.org/10.26512/les.v16i1.7538

Edição

Seção

Artigos de pesquisa

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##