A plenitude de um vazio em que a pobreza não é mais paisagem:

a periferia em Paulo Lins e Ferréz

Autores

  • Alva Martínez Teixeiro Universidade de Lisboa

DOI:

https://doi.org/10.1590/S2316-40182013000100005

Resumo

Este artigo pretende situar os romances Cidade de Deus de Paulo Lins e Capão Pecado e Manual prático do ódio de Ferréz no panorama dos ‘novos realismos’ brasileiros contemporâneos, avaliando as escolhas temáticas e as técnicas e procedimentos narrativos. Aliás, este estudo analisa a originalidade da sua prosa, notando a cautelosa distância da sua fi losofi a estética e os elementos fundamentais do seu universo literário ”“ pobreza, crime e desigualdade ”“ a respeito de qualquer cultura extrema da violência. A análise destes livros procura revelar outra perspectiva do problema da imagem da cidade e da pobreza urbana, normalmente sensacionalista, e contribuir a uma melhor compreensão da complexidade da violência quotidiana nas comunidades urbanas pobres.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alva Martínez Teixeiro, Universidade de Lisboa

Doutora em literatura brasileira e professora auxiliar de Literatura Brasileira da Universidade de Lisboa, Portugal.

Referências

AGOSTINHO (1993). A Cidade de Deus. Vol. II. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

APPADURAI, Arjun (1996). Etnopaisagens globais: notas e perguntas pra uma antropologia transnacional. In: Dimensões culturais da globalização. Lisboa: Teorema.

BRANDÃO, Ignácio de Loyola (1979). Zero. 5. ed. Rio de Janeiro: Codecri.

BUARQUE, Chico (1992). Estorvo. Lisboa: Dom Quixote.

BUTOR, Michel (1967). Sobre literatura. 2. ed. Barcelona: Seix Barral.

CALVINO, Italo (1998). As cidades invisíveis. Vigo: Xerais.

CANESI, Jean (1990). Cidade miseravilhosa. In: Revue Autrement, n. 42, p. 19-36. Rio de Janeiro: La beauté du diable.

CASTRO, Ruy (2006). Rio de Janeiro: Carnaval no fogo. Porto: ASA.

CHESTERTON, Gilbert Keith (2008). Lectura y locura. Salamanca: Espuela de Plata.

CIORAN, Emil (1981). Historia y utopía. Barcelona: Tusquets.

DALCASTAGNÈ, Regina (2005). Entre fronteiras e cercado de armadilhas: problemas da representação na narrativa brasileira contemporânea. Brasília: Editora UnB.

ELIOT, T. S. (1982). The complete poems and plays of T. S. Eliot. London: Faber and Faber.

ESPÃNOLA, Adriano (1998). Fala, favela / Voilà favela. 2. ed. Rio de Janeiro: Topbooks.

FERNANDES, José Manuel; DIAS, Manuel Graça (1989). “Imaginários à solta em Lisboa”. In: O imaginário da cidade. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian; ACARTE.

FERRÉZ (2005). Capão Pecado. Lisboa: Palavra.

FERRÉZ (2006). Manual prático do ódio. Lisboa: Palavra.

FONSECA, Rubem (2006). Ela e outras mulheres. São Paulo: Companhia das Letras.

HUXLEY, Aldous (1964). Literatura y ciencia. Barcelona: Edhasa.

IVO, Lêdo (1968). Estação central. 2. ed. Rio de Janeiro: Orfeu.

JESUS, Carolina Maria de (1963). Pedaços da fome. São Paulo: Aquila.

LA ROTTA, Guillermo Pérez (2003). Génesis y sentido de la ilusión fílmica. Bogotá: Siglo del Hombre.

LINS, Paulo (2003). Cidade de Deus. Lisboa: Caminho.

MONTENEGRO, Ana Maria (1990). Métropole internationale. Autrement, n. 42, Rio de Janeiro: La beauté du diable, p. 38-48.

MOREL, Marco (1990). Enfants des rues. Autrement, n. 42, Rio de Janeiro: La beauté du diable, p. 75-79.

MORTON, Adam (2005). On evil. Oxon: Routledge.

PIMENTA, Alberto (1989). A Cidade N. In: O imaginário da cidade. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian; ACARTE.

PINTO, Manuel da Costa (2005). Panorama de la prose brésilienne. Europe: Revue littéraire mensuelle, n. 83, p. 29-44.

Downloads

Publicado

2013-06-27

Como Citar

Martínez Teixeiro, A. (2013). A plenitude de um vazio em que a pobreza não é mais paisagem:: a periferia em Paulo Lins e Ferréz. Estudos De Literatura Brasileira Contemporânea, (41), 61–86. https://doi.org/10.1590/S2316-40182013000100005