Fidelio (1956): Um filme de Walter Felsenstein com a colaboração de Hanns Eisler

Main Article Content

Mário Vieira de Carvalho

Resumo




Objetivo deste trabalho é analisar o filme Fidelio, realizado por Walter Felsenstein com a colaboração de Hanns Eisler, recentemente publicado em dvd no âmbito da edição monumental que assinalou o trigésimo aniversário da morte do encenador (1901-1975). As circunstâncias que deram origem ao projeto e o seu resultado final exigem uma breve retrospetiva sobre o percurso de Felsenstein como encenador de ópera e a sua teoria do Musiktheater. O acesso a grande parte das fontes a que recorri neste trabalho foi-me facultado no Felsenstein-Archiv da Akademie der Künste (Academia das Artes) em Berlim, a quem agradeço o precioso apoio que me foi proporcionado.




Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Vieira de Carvalho, M. (2020). Fidelio (1956): Um filme de Walter Felsenstein com a colaboração de Hanns Eisler . Dramaturgias, (13), 365-387. https://doi.org/10.26512/dramaturgias.vi13.31075
Seção
Ideias e críticas

Referências

AAVV (2008), Felsenstein Edition [Livro de acompanhamento da edição de 6 DVDs], Zurique: Arthaus Musik und Erbengemeinschaft Walter Felsensteins. Adorno, Theodor W. / Eisler, Hanns (1998), Komposition für den Film, in: Th. W.
Adorno, Gesammelte Schriften, 20 vols, Darmstadt: WBG, XV, 3-156.
Felsenstein, Walter (1986), Theater muß immer etwas Totales sein. Briefe, Aufzeichnungen, Reden, Interviews, Berlim: Henschelverlag.
Hofmann, Heinz (1957), “Da stiegen Menschen ans Licht, in: Deutsche Filmkunst, 9 (1957): 267-269.
Vieira de Carvalho, Mário (2010), “Defender a ópera contra os seus entusias- tas: ‘Musiktheater’ de Walter Felsenstein a Peter Konwitschny”, in: IX Colóquio de Outono - Estudos Performativos: Global Performance / Political Performance (eds. Ana Gabriela Macedo, Carlos Mendes de Sousa, Vítor Moura), V.N. Famalicão, Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho / Ed. Húmus, 2010: 257-272.