Por uma Antropologia na Caatinga

um breve ensaio sobre o bacharelado em Antropologia na Univasf e a interiorização do ensino superior no Brasil

Autores

  • Natacha Simei Leal

DOI:

https://doi.org/10.4000/aa.7657

Palavras-chave:

Antropologia, Caatinga, Expansão do Ensino Superior, Piauí

Resumo

O presente ensaio tem o intuito de registrar um momento muito importante, mas igualmente difícil, para as ciências humanas e as universidades públicas brasileiras, a partir de minha experiência como docente do recente bacharelado em Antropologia da Univasf (Universidade Federal do Vale do São Francisco), campus Serra da Capivara. Com base em reflexões que tiveram início com uma mesa sobre Novas Universidades promovida na 31º reunião da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), pela análise da pujança dos conhecimentos arqueológicos em São Raimundo Nonato, Piauí - cidade sede do campus Serra da Capivara ”“, de uma breve história do desenvolvimento econômico do Vale do São Francisco que culminou na fundação da Univasf no ano de 2004 e, por fim, de uma reflexão sobre o que vem sendo produzido por alunos e professores de Antropologia da mesma universidade, o texto pretende apresentar os desafios, impasses e perspectivas da expansão e interiorização do ensino superior em um pequeno município do semiárido brasileiro, em especial, num momento de incessantes cortes de recursos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-01-06

Como Citar

Leal, Natacha Simei. 2021. “Por Uma Antropologia Na Caatinga: Um Breve Ensaio Sobre O Bacharelado Em Antropologia Na Univasf E a interiorização Do Ensino Superior No Brasil”. Anuário Antropológico 46 (1):39-57. https://doi.org/10.4000/aa.7657.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.