Awnetypan amazad

políticas indígenas do habitar e gestão territorial-ambiental em terras indígenas

Autores

  • Alessandro Roberto de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.4000/aa.4932

Palavras-chave:

Perspectiva do habitar, Lugares, Projetos de vida, Gestão territorial

Resumo

Este artigo apresenta uma análise etnográfica acerca das políticas do habitar entre o povo Wapichana segundo modos específicos de relações com lugares. Em seguida aborda como essas formas próprias de habitar entraram em relação com a agenda de gestão territorial e ambiental de terras indígenas no Brasil por meio da elaboração de um Plano de Gestão Territorial e Ambiental ”“ PGTA. Ao trazer esse encontro, o objetivo é destacar algumas dificuldades de translação na comunicação intercultural. Todavia, para além dos problemas semânticos e a despeito do caráter governamentalizante desse instrumento de gestão, argumento que localmente os “planos” são expressões de projetos de vida e trazem uma mensagem interétnica mais complexa, que se traduz em desejos, expectativas e luta política em defesa de seus modos de vida diante de circunstâncias contraditórias do cenário político mais amplo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-08-27

Como Citar

Oliveira, Alessandro Roberto de. 2020. “Awnetypan Amazad: Políticas indígenas Do Habitar E gestão Territorial-Ambiental Em Terras indígenas”. Anuário Antropológico 45 (1):25-46. https://doi.org/10.4000/aa.4932.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.