A SOCIEDADE PATRIARCAL E A OPRESSÃO DA MULHER: UMA MIRADA SOBRE AS PERSONAGENS FEMININAS EM O PRIMO BASÍLIO

Autores

  • Ana Caroline da Silva Junior Universidade de Brasília
  • Carolle Romana Almeida de Melo
  • Viviana dos Anjos Portela Diane

DOI:

https://doi.org/10.26512/aguaviva.v6i3.41796

Palavras-chave:

Sociedade Patriarcal, Opressão Feminina, Moralidade

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo analisar de que forma a sociedade patriarcal condicionou a mulher do século XIX a uma posição de subalternidade. O objeto de estudo foi a obra O Primo Basílio de Eça de Queirós, publicada em 1878, com recorte de análise direcionado para as personagens Luísa, Leopoldina e Juliana. Utilizou-se como modelo de análise a Crítica Feminista, sendo que o aporte teórico se baseou em textos de Heloisa Buarque de Hollanda (2018) e Raisa Ribeiro (2021). Pretendeu-se analisar a sociedade oitocentista e como reverberou um discurso preconceituoso e opressor em relação à condição da mulher. Além disso, foram empregadas as análises do teórico Carlos Reis (1975; 2009 e 2018), especialista em estudos queirosianos e Francisco Dantas (1999). A perspectiva de interpretação e análise se respaldou em evidenciar como a sociedade em questão era conservadora e contraditória no que diz respeito à figura feminina, visto que, a mulher sofria apagamento e era silenciada pelos preceitos do patriarcado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

APFELBAUM, et al., 2009, p. 76-80 apud RIBEIRO. Raisa D. Feminismo: O que as feministas querem. 1 ed. Rio de Janeiro: Feminismo Literário, 2021. P. 14-15.

DANTAS, Francisco José Costa. A mulher no Romance de Eça de Queirós. São Cristóvão, SE: Editora UFS; Fundação Oviêdo Teixeira, 1999.

HOLLANDA, Heloisa Buarque de. Explosão feminista: arte, cultura, política e universidade. 2 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

MOISÉS, Massaud. A literatura portuguesa. Editora Cultrix, 2013.

QUEIRÓS, Eça de. O Primo Basílio: episódio doméstico. 1 ed. São Paulo: Penguin Classics Companhia das Letras, 2015.

REIS, Carlos. Dicionário de estudos narrativos. Coimbra: Livraria Almedina, 2018.

_____. Eça de Queirós. 1 ed. Lisboa: Edições 70, 2009.

_____. Estatuto e perspectivas do narrador na ficção de Eça de Queirós. Coimbra: Livraria Almedina, 1975.

RIBEIRO. Raisa D. Feminismo: O que as feministas querem. 1 ed. Rio de Janeiro: Feminismo Literário, 2021.

SABADELL, 2017, p. 231, apud RIBEIRO. Raisa D. Feminismo: O que as feministas querem. 1 ed. Rio de Janeiro: Feminismo Literário, 2021. p. 14.

Downloads

Publicado

2022-02-02

Como Citar

JUNIOR, A. C. da S.; MELO, C. R. A. de; DIANE, V. dos A. P. A SOCIEDADE PATRIARCAL E A OPRESSÃO DA MULHER: UMA MIRADA SOBRE AS PERSONAGENS FEMININAS EM O PRIMO BASÍLIO. Revista Água Viva, [S. l.], v. 6, n. 3, 2022. DOI: 10.26512/aguaviva.v6i3.41796. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/aguaviva/article/view/41796. Acesso em: 9 ago. 2022.