Os eixos da Política Externa do Paraguai de 1954 a 1989

Main Article Content

Tomaz Espósito Neto

Resumo

A longevidade da ditadura Stroessner destoa da instabilidade política vivenciada desde o fim da Guerra do Paraguai, podendo ser atribuída à repressão social e crescimento econômico devido, parcialmente, a uma política externa pragmática e “realista”, cujos principais eixos são aqui analisados, principalmente em relação aos Estados Unidos, Brasil e Argentina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Espósito Neto, Tomaz. 1. “Os Eixos Da Política Externa Do Paraguai De 1954 a 1989”. Meridiano 47 - Journal of Global Studies 13 (134):11-18. https://periodicos.unb.br/index.php/MED/article/view/4615.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Tomaz Espósito Neto, UFGD

Professor do curso de Relações Internacionais da Faculdade de Direito e Relações Internacionais da Universidade Federal de Grande Dourados - FADIR/UFGD. Doutor em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP (tomazeneto@gmail.com).