Fragmentação e incerteza no código amoroso contemporâneo

Main Article Content

Mauricio Piatti Lages

Resumo

Este artigo investiga as transformações recentes do amor como código ou modelo cultural generalizado. Qual o legado do romantismo amoroso na atualidade? Que concepções de amor estão substituindo o amor romântico e sua poética de idealização? À luz dessas questões, as teorias de Zygmunt Bauman e Anthony Giddens sobre o amor são aqui interpretadas como antagônicas e, ao expressarem os valores vigentes na sociedade atual, manifestam tensões insolúveis. Em diálogo com Niklas Luhmann, procuro apreender tais tensões dentro da própria história do código amoroso, à medida que o ideal do amor como paixão é problematizado e se distancia da concepção atualmente predominante de amor. Sob a influência do ethos terapêutico, o amor é cada vez mais tratado como um problema prático e relativo à partilha de intimidades. Em suma, o artigo se propõe a construir uma visão teórica de síntese sobre os novos processos de construção cultural do amor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Article Details

Como Citar
Lages, M. P. (2022). Fragmentação e incerteza no código amoroso contemporâneo. Arquivos Do CMD, 8(2), 14–37. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/CMD/article/view/39253
Seção
Artigos de Dossiê