Considerações acerca das análises de políticas públicas: o modelo de coalizões de defesa

Autores

  • Alessandra Guimarães Soares
  • Renan do Prado Alves

DOI:

https://doi.org/10.18829/rp3.v1i1.15905

Resumo

Em um ambiente político cada vez mais dinâmico, as formas de análise de políticas públicas vêm ganhando cada vez mais espaço nas discussões acadêmicas. Proposto em 1988 por Paul Sabatier (e contando com contribuições de Jenkins-Smith e Weible, nos anos seguintes), o Modelo de Coalizões de Defesa surge com o propósito de explicar mudanças nas políticas públicas, optandopor uma abordagem holística, e não se focando em fases específicas do ciclo de políticas públicas. Em sua concepção, os autores advogam que mudanças nas políticas ocorrem com a junção de atores políticos em coalizões nas quais compartilham crenças e ideais. Dessa forma, objetivando e justificando este artigo, pretende-se aqui dissertar sobre o modelo citado, a fim de contribuir para a literatura nacional, já que, apesar de amplamente divulgada internacionalmente, a produção de artigos nacionais sobre o tema ainda se encontra em fase incipiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-08-04

Como Citar

SOARES, Alessandra Guimarães; ALVES, Renan do Prado. Considerações acerca das análises de políticas públicas: o modelo de coalizões de defesa. RP3 - Revista de Pesquisa em Políticas Públicas, [S. l.], v. 1, n. 1, 2015. DOI: 10.18829/rp3.v1i1.15905. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rp3/article/view/14577. Acesso em: 15 abr. 2024.