TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO BRASIL

Autores

  • Ricardo C. Gomes Universidade de Brasília
  • Humberto Falcão Martins Instituto Publix

Palavras-chave:

Patrimonialismo. Burocracia. Gerencialismo. Brasil.

Resumo

Este artigo tem como objetivo proporcionar uma visão geral sobre a prática da administração pública no Brasil nos últimos anos, apontando suas principais características e o relacionamento entre o Estado e a sociedade. A narrativa começa com os primeiros momentos da história do Brasil, em que se descreve os principais eventos que impactaram o funcionamento da administração pública até o final do segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As apresentações deste ensaio advêm de uma passada de olhos na literatura atual sobre o tema, assim como dos testemunhos dos autores que têm participado do desenvolvimento da administração pública quer como disciplina, quer como prática. Pretende-se que este ensaio seja uma fonte de informação e de inspiração para todos aqueles envolvidos no estudo e na prática da administração pública. Neste sentido, este trabalho apresenta uma reflexão acerca dos eventos e de como a ideologia política influenciou a gestão pública, com pinceladas sobre o impacto do patrimonialismo, burocracia e gerencialismo na moldagem das atividades da administração nos dias atuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo C. Gomes, Universidade de Brasília

Doutor em Administração Pública ”“ Aston Business School ”“ Aston University ”“ Reino Unido Universidade de Brasília. Campus Darcy Ribeiro, ICC Norte, Módulo 25 ”“ Subsolo. Tel.: (61) 3107-670. 

Humberto Falcão Martins, Instituto Publix

Doutor em Administração ”“ Escola Brasileira de Administração Pública e Empresa ”“ Fundação Getúlio Vargas ”“ Rio de Janeiro. Instituto Publix. SIG Quadra 1 ”“ Centro Empresarial Parque Brasília ”“ Sala 130. Brasília, DF  CEP 70610-410. Tel.: (61) 3262-8250.

Referências

BERTERO, C. O. O estado brasileiro e a evolução da administração pública: esboço histórico. Brasília: FUNCEP, 1984.
BURKE, J. Lessons from past presidential transitions: organization, management, and decision making. Presidential Studies Quarterly, v.31, n. 1, p. 5, 2001.
CUNHA, M. W. V. O sistema administrativo brasileiro. Rio de Janeiro: CEBRAPE, 1963.
FAORO, R. Os donos do poder: a formação do patronato político brasileiro. Porto Alegre/Rio de Janeiro: Globo, 1984.
HADDOCK-LOBO, R. História econômica e administrativa do Brasil. São Paulo: Atlas, 1965.
LAMBERT, F. Tendências da reforma administrativa no Brasil. Revista de Administração Pública, v. 4, nº 1, janeiro/junho. 1970.
LIMA Jr., O. B.; ABRANCHES, S. H. H. As origens da crise: estado autoritário e planejamento no Brasil. Rio de Janeiro: Vértice-IUPERJ, 1987.
MARINI, C.. Inventário das principais medidas para melhoria da gestão pública no governo federal brasileiro. Brasília, DF: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, 2009.
MARTINS, H. F. A modernização da administração pública brasileira no contexto do estado. Dissertação de Mestrado. 1995. Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getúlio Vargas-EBAPE/FGV.
MARTINS, H. F. Burocracia e a revolução gerencial: a persistência da dicotomia entre política e administração. Revista do Serviço Público, v. 48, nº 1, p. 42-78. 1997.
MARTINS, H. F. Uma teoria da fragmentação de políticas: desenvolvimento e aplicação na análise de 3 casos de políticas de gestão pública. 2003. Tese de Doutorado, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getúlio Vargas-EBAPE/FGV.
MARTINS, H. F. Políticas de gestão pública no governo lula: um campo ainda fragmentado. Trabalho apresentado no XXIX Encontro da ANPAD, Brasília, DF, 2005.
NASCIMENTO, K. T. Reflexões sobre a estratégia de reforma administrativa: a experiência brasileira. Revista de Administração Pública, 1º semestre, 1967.
NUNES, E. Modernização, desenvolvimento e serviço público: notas sobre a reforma administrativa no Brasil. Brasília: IPEA, 1992 (Perspectivas da Economia Brasileira).
POLLITT, C.; BOUCKAERT, G. Public management reform: a comparative analysis. 2. ed. Oxford: Oxford University Press, 2004.
RAMOS, N. M. Modernização administrativa e estratégias de mudança: algumas reflexões sobre o caso brasileiro. Revista de Administração Pública, v.15.n.168-90. 1981. Edição Extra.
SCHWARTZMAN, S. A abertura política e a dignificação da função pública: o estado e a administração pública. Brasília: FUNCEP, 1987.
WAHRLICH, B. M. de S. A reforma administrativa da era de Vargas. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1983.
ZANCANARO, A. F. Corrupção administrativa no Brasil. São Paulo: Acadêmica, 1994.

Downloads

Publicado

2013-06-25

Como Citar

GOMES, Ricardo C.; MARTINS, Humberto Falcão. TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO BRASIL. RP3 - Revista de Pesquisa em Políticas Públicas, [S. l.], n. 1, 2013. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rp3/article/view/11990. Acesso em: 23 jul. 2024.