Estudo numérico de vazamento de óleo utilizando dados de hidrodinâmica média do estuário da Lagoa dos Patos

Autores

  • Bruno Vasconcellos Lopes Universidade Federal do Rio Grande
  • T F Leal
  • P H Oleinik
  • T B Trombetta
  • O O Möller Jr
  • Willian C Marques

DOI:

https://doi.org/10.26512/ripe.v5i1.19072

Palavras-chave:

Modelagem Numérica. Telemac-3D. ECOS.

Resumo

A impossibilidade de eliminar riscos de acidentes envolvendo o derramamento de óleo, principalmente em zonas portuárias, ressalta a importância de estabelecer protocolos para uma rápida ação contra estes eventuais desastres. Neste estudo foram simulados sessenta cenários de eventos de derrame de óleo com diferentes condições ambientais na região portuária da cidade de Rio Grande – RS, modelados pelo sistema numérico Telemac-3D + ECOS. O período da simulação hidrodinâmica foi de 365 dias, sendo este equivalente às médias diárias calculadas entre os anos de 2003 a 2015. Os resultados para a validação da hidrodinâmica, realizada no mês de janeiro de 2011, mostraram-se satisfatórios. As simulações dos vazamentos escolhidas, ao longo dos 365 dias, foram utilizadas para a identificação das principais forçantes que controlam o movimento das partículas de óleo, assim como, o seu destino final. A tendência do deslocamento das partículas de óleo é devido a combinação dos efeitos dos ventos, correntes e descarga dos afluentes da Lagoa dos Patos. Os diferentes regimes de enchentes, vazantes e condições de ventos podem criar distintas interações nos efeitos sobre as trajetórias das partículas de óleo, podendo intensificar ou retardar a velocidade de deslocamento das partículas de óleo. Sendo assim, os resultados do estudo também podem ser utilizados para subsidiar ações em caso de acidentes que envolvam vazamentos de óleo no Super Porto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2019-01-16

Como Citar

Lopes, B. V., Leal, T. F., Oleinik, P. H., Trombetta, T. B., Möller Jr, O. O., & Marques, W. C. (2019). Estudo numérico de vazamento de óleo utilizando dados de hidrodinâmica média do estuário da Lagoa dos Patos. Revista Interdisciplinar De Pesquisa Em Engenharia, 5(1), 58-66. https://doi.org/10.26512/ripe.v5i1.19072

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##