Criação de um instrumento assistencial de enfermagem direcionado às puérperas de uma maternidade pública na Serra-ES

Autores

  • Jessica Pires de Aguiar Pós-graduada em Enfermagem em Urgência e Emergência pela Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (Emescam)
  • Micael Franco Alves Franco Alves Pós-graduado em Saúde do Idoso pela Faculdade Venda Nova do Imigrante (FAVENI) e Fitoterapia pela Faculdade Metropolitana. Enfermeiro residente em Saúde Coletiva com Ênfase em Vigilância em Saúde pelo Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi).
  • Maycon Carvalho dos Santos
  • Fábio da Silva Mattos da Silva Mattos

DOI:

https://doi.org/10.26512/gs.v13i02.46256

Palavras-chave:

Sistematização da Assistência de Enfermagem;, Maternidades;, Enfermagem.

Resumo

A sistematização da assistência de enfermagem tem permitido a uniformização da linguagem e a promoção de uma assistência segura e rápida na enfermagem, atribuindo ao profissional a capacidade de administrar de maneira otimizada o processo de enfermagem na assistência ao paciente. Com isso, a elaboração de uma ferramenta teórica que se associe à prática é essencial para sistematizar o trabalho de enfermagem, dar continuidade no cuidado prestado e registrar de forma organizada as ações e rotinas realizadas pelo profissional e sua equipe. Este artigo constitui-se de uma revisão integrativa de caráter quantitativo e tipo exploratório. Com o resultado obtido após análise dos artigos, elaborou-se um instrumento assistencial denominado “Processo de enfermagem para enfermaria de pós-parto” com intuito de reorganizar as práticas de enfermagem direcionadas às puérperas. A adoção do instrumento na prática e rotina de enfermagem resulta em um documento preciso e consistente da assistência ao paciente, sendo uma ferramenta que promove consolidação e caracterização do papel da enfermagem na atenção à saúde de indivíduos e que fomenta a qualidade no cuidado prestado, além de proporcionar a continuidade da assistência, uma vez que pode atender as diversas demandas da maternidade e facilitar o trabalho dos profissionais de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Garcia TR. Sistematização da assistência de enfermagem: aspecto substantivo da prática profissional. Esc Anna Nery [Internet]. 2016 [citado em 2022 nov. 26];20(1):5-10. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ean/a/hb9tcvfdsJWXMXktqj3ybXQ/?format=pdf&lang=pt

Brasil. Presidência da República. Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986. Dispõe sobre a regulamentação do exercício da enfermagem e dá outras providências [Internet]. Brasília, DF: Casa Civil, 26 jun. 1986. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7498.htm

Brasil. Conselho Federal de Enfermagem. Resolução nº 358, de 15 de outubro de 2009. Dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional de Enfermagem, e dá outras providências [Internet]. Brasília, DF: COFEN, 15 out. 2009. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-3582009_4384.html

Silva RS, Almeida ARLP, Oliveira FA, Oliveira AS, Sampaio MRFB, Paixão GPN. Sistematização da Assistência de Enfermagem na perspectiva da equipe. Enferm Foco [Internet]. 2016 [citado em 2022 nov. 26];7(2):32-36. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/803/328

Marinelli NP, Silva ARA, Silva DNO. Sistematização da Assistência de Enfermagem: desafios para implantação. Rec [Internet]. 2015 [citado em 2022 nov. 26];4(2):254-263. Disponível em: https://www5.bahiana.edu.br/index.php/enfermagem/article/view/523/0

Silva MCN. Sistematização da Assistência de Enfermagem: desafio para a prática profissional [editorial]. Enferm Foco [Internet]. 2017 [citado em 2022 nov. 26];8(3). Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/1534/406

Gil AC. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas; 2002.

Corrêa MSM, Feliciano KVDO, Pedrosa EN, Souza AI. Acolhimento no cuidado à saúde da mulher no puerpério. Cad Saúde Pública [Internet]. 2017 [citado em 2022 nov. 26];33(3):e00136215. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csp/a/GbrsTdSmBsXcLSF6JPH6QJD/?format=pdf&lang=pt

Dantas SLC, Rodrigues DP, Fialho AVM, Barbosa EMG, Pereira AMM, Mesquita NS. Representações sociais de enfermeiros na atenção primária à saúde sobre o cuidado de enfermagem no pós-parto. Cogitare Enferm [Internet]. 2018 [citado em 2022 nov. 26];23(3):e53250. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/53250

Adamy KE, Lopes PL, Goulart MP, Frigo J, Zanotelli SS. Amamentação no puerpério imediato: relato de experiência da implantação do processo de enfermagem. Rev Enferm UFPE On Line [Internet]. 2017 [citado em 2022 nov. 26];11(Supl. 1):462-469. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/13576/16375

Santos AKF. Cuidados de enfermagem na promoção do acolhimento à puérperas no alojamento conjunto [Monografia de especialização na Internet]. Arapiraca: Escola de Enfermagem, Universidade Federal de Alagoas; 2015 [citado em 2022 nov. 26]. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/31196/1/-TCC-RELATO%20DE%20EXPERI%C3%8ANCIA%20-%20ADALICE.pdf

Schontz S. Implantação de um instrumento para Sistematização da Assistência de Enfermagem na sala pré-parto, parto e puerpério da maternidade municipal de Porto Velho/RO [Monografia de especialização na Internet]. Porto Velho: Departamento de Enfermagem, Universidade Federal de Minas Gerais e Fundação Universidade Federal de Rondônia; 2015 [citado em 2022 nov. 26]. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/32490/1/PI%20Sandra%20%20final.pdf

Ribeiro JSST. Atitudes de enfermeiros nos cuidados com famílias no contexto do parto e do puerpério imediato [Dissertação de mestrado na Internet]. São Luís: Programa de Pós-Graduação em Saúde, Enfermagem e Cuidado, Universidade Federal do Maranhão; 2016 [citado em 2022 nov. 26]. Disponível em: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1362

Amante LN, Rossetto AP, Schneider DG. Sistematização da assistência de enfermagem em unidade de terapia intensiva sustentada pela teoria de Wanda Horta. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2009 [citado em 2022 nov. 26];43(1):54-64. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reeusp/a/4XFyrTzr7HJX9byqYvBVDVh/?format=pdf&lang=pt

Freitas MC. O processo de enfermagem sob a ótica das enfermeiras de uma maternidade. Rev Bras Enferm [Internet]. 2007 [citado em 2022 nov. 26];60(2):207-212. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/4RFhnHfchgHQJvfyyXCnjzR/?format=pdf&lang=pt

Nascimento KCD, Backes DS, Koerich MS, Erdmann AL. Sistematização da assistência de enfermagem: vislumbrando um cuidado interativo, complementar e multiprofissional. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2008 [citado em 2022 nov. 26];42(4):643-648. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reeusp/a/zFpKYphxPKpxRkfjZ6N6bny/?format=pdf&lang=pt

Remizoski J, Rocha MM, Vall J. Dificuldades na implantação da sistematização da assistência de enfermagem-SAE: uma revisão teórica. Cad Esc Saúde [Internet]. 2017 [citado em 2022 nov. 26];1(3):1-14. Disponível em: https://portaldeperiodicos.unibrasil.com.br/index.php/cadernossaude/article/download/2298/1871

Downloads

Publicado

30-12-2022

Como Citar

1.
Pires de Aguiar J, Franco Alves MFA, Carvalho dos Santos M, da Silva Mattos F da SM. Criação de um instrumento assistencial de enfermagem direcionado às puérperas de uma maternidade pública na Serra-ES. Rev. G&S [Internet]. 30º de dezembro de 2022 [citado 20º de julho de 2024];13(02):47-58. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/46256

Edição

Seção

Artigos de Revisão