A formação do profissional enfermeiro e o mercado de trabalho na atualidade

Autores

  • Jose Milton Barros Centro de Ensinos Superiores de Maceió - CESMAC
  • Clodis Maria Tavares
  • Aisha Negreiros Costa
  • Sóstenes Ericson Silva UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL

Palavras-chave:

Educação, Formação Profissional, Mercado de Trabalho

Resumo

A prática profissional do enfermeiro vem sendo constantemente alvo de discussões, sobretudo, referente às condições de sua atuação. O objetivo deste estudo foi compreender a formação deste profissional e o mercado de trabalho na atualidade, considerando as mudanças ocorridas na matriz curricular dos cursos de enfermagem, as tendências do mercado de trabalho, a demanda e a oferta de mão de obra deste profissional. É um estudo de revisão de literatura, com base numa perspectiva histórica-crítica, utilizando-se as bases de dados do SCIELO, BVS, BIREME, além de títulos disponíveis na biblioteca do Centro Universitário de Maceió ”“ CESMAC.O estudo teve como questão norteadora: como tem se afigurado a formação profissional do enfermeiro face às determinações do mercado de trabalho na atualidade? Percebeu-se que a formação do enfermeiro, ao longo de sua história, teve influência fundamental do mercado de trabalho, considerando que às mudanças ocorridas nas matrizes curriculares dos cursos estavam preestabelecidas nas tendências que o mercado apontava de acordo com cada época. Nas últimas décadas, observou-se um aumento considerável dos postos de trabalho, porém desproporcional ao número de instituições de ensino superior de enfermagem no país. Consequentemente, destacou-se o crescimento da informalidade das relações de trabalho, resultando na precarização nos postos de trabalho e estagnação da renda do trabalho.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

18-08-2017

Como Citar

1.
Barros JM, Tavares CM, Costa AN, Silva SE. A formação do profissional enfermeiro e o mercado de trabalho na atualidade. Rev. G&S [Internet]. 18º de agosto de 2017 [citado 6º de outubro de 2022];5(1):pag. 176-193. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/421

Edição

Seção

Artigos de Revisão