“NO ABSURDO DO ABISMO RELIGIOSO”: CONTRIBUIÇÕES ANARQUISTAS À FILOSOFIA DA RELIGIÃO

Autores

  • Bruno Rocha Universidade Metodista de São Paulo

Palavras-chave:

anarquismo; religião; filosofia da religião; Mikhail Bakunin; Deus e o Estado.

Resumo

Este artigo tem por objetivo propor, ainda que de forma introdutória, o desenvolvimento de uma possível “crítica anarquista da religião” e suas contribuições para a área da filosofia da religião. Assim, caminharemos em três momentos que se mostram promissores para a nossa reflexão: 1) a relação histórica e algumas concepções teóricas sobre a religião no movimento e no pensamento anarquista; 2) uma introdução geral sobre a religião em Mikhail Bakunin; e por fim, 3) faremos uma análise sobre a origem da religião, suas implicações sociais e filosóficas mobilizadas pelo cristianismo, a partir do livro Deus e o Estado, de Bakunin. Sabendo que a temática da religião é um assunto em constante tensão entre os anarquistas, e as teorias/pensadores anarquistas não se encontram no horizonte de grande parte dos estudos de religião no Brasil, esperamos que essa reflexão contribua para o desenvolvimento da temática dentro do campo da filosofia da religião.   

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

AVRICH, Paul. Russian Anarchist. New York: WW Norton & Co, 1980.

BAKUNIN, Mikhail. Deus e o Estado. São Paulo: Hedra, 2011.

BONOMO, Alex Buzeli. Introdução. IN: BAKUNIN, Mikhail. Deus e o Estado. São Paulo: Hedra, 2011.

BORBA, João Ribeiro de Almeida. Relativismo e ceticismo na dialética serial de Proudhon. São Paulo, 2008. 430p. Tese (Doutorado em Filosofia) Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.

CANETTIERI, Thiago. Pandemia e sacrifício. Revista Estudos Libertários –REL (UFRJ), vol. 2, n.6, 2sem. 2020.

CAPPELLETTI, Angél J. Bakunin y el socialismo libertário. México / Buenos Aires / Madrid: Ediciones Minerva y Editora y Distribuidora Leega, S.A., 1986.

CARR, Edward Hallett. Michael Bakunin. New York: THE MACMILLAN PRESS LTD, 1975.

CHAGAS, Eduardo Ferreira. A crítica da religião como crítica da realidade social no pensamento de Karl Marx. Trans/Form/Ação, Marília, v.40, n.4, p.133-154, Out./Nov. 2017.

COSTA, Caio Túlo. O que é anarquismo. São Paulo: Editora Brasiliense, 1996.

CRIADO, Demetrio Velasco. Ética y poder político en Mijail Bakunin. Espanha: Universidad de Deusto, 1993.

DOLGOFF, Sam. Bakunin on anarchy. New York: Vintage Books, 1972.

ENGELS, Fiedrich.; LENINE, Vladimir.; MARX, Karl. Sur l’anarchisme et l’anarcho-syndicalisme. Editions du Progrès: Moscou, 1973.

ELLUL, Jacques. Anarquia e cristianismo. São Paulo: Garimpo Editorial, 2010.

GALLO, Sílvio. Anarquismo: uma introdução filosófica e política. Rio de Janeiro: Achiamé, 2006.

GRAEBER, David. Revele-se. Verve, São Paulo, v.23, p. 135-147, 2013.

JUNIOR, Manoel Moraes. A religião e o esgotamento do iluminismo – Estudo de Filosofia da Religião a partir da Dialética do Iluminismo. Horizonte, Belo Horizonte, v. 14, n.43, p.937-951, jul./set. 2016.

KROPOTIKIN, Piotr. O Estado e seu papel histórico. São Paulo: Imaginário, 2000.

MAC DOWELL SJ, João Augusto. Filosofia da religião: sua centralidade e atualidade no pensamento filosófico. INTERAÇÕES – Cultura e Comunidade, Uberlândia, v.6, n.10, p. 17-49, jul./dez. 2011.

MAITRON, Jean. Le mouvement anarchiste en France. Vol I: des origins à 1914. Paris: Gallimard, 1975.

MARTINS, Pablo dos Santos. O anticlericalismo anarquista durante a primeira república Brasileira (1899-1920). Revista Cantareira, n. 28, JAN-JUL, 2018, p.150-168.

MINTZ, Frank. Bakunin. Crítica y acción. Buenos Aires: Libros de Anarres, 2006.

MONTEIRO, Fabricio Pinto. A construção da “teoria” social como construção de relações sociais: o materialismo histórico de Bakunin. História e Perspectivas,Uberlândia, n.48, p.239-282, jan./jun. 2013.

NETTLAU, Max. História da anarquia: das origens ao anarco-comunismo, São Paulo: Hedra, 2008.

NETTLAU, Max. La Anarquia Atraves de Los Tiempos. Barcelo: Ediciones Júcar, 1978.

NORTE, Sérgio. Bakunin Sangue, Suor e Barricadas. Vol 1. Campinas: Papirus, 1988.

PROUDHON, Pierre-Jouseph. Sistema das contradições econômicas ou filosofia da miséria, vol.1. São Paulo: Escala, 2007.

RAMUS, Gustavo. Sobre o uso político da religião. Verve, São Paulo, n.14, p.279-283, 2008.

RORTY, Richard. Religious faith, intellectual responsibility, and romance. In: HARDWICK, Charley D.; CROSBY, Donald A. (Eds.). Pragmatism, Neo-Pragmatism, and Religion: Conversations with Richard Rorty. New York: Peter Lang Publisher, 1997.

TEIXEIRA, Faustino (Org.). Sociologia da religião: enfoques teóricos. Petropolis/RJ: Vozes, 2011.

VIANA, Nildo. Gênese e significado da religião segundo Bakunin. Revista Espaço Acadêmico, n.172, p.124-132, set. 2015.

VELIQ, Fabiano. Feuerbach, Marx, Nietzsch e Freud: a crítica da religião no século XIX. Sapere aude – Belo Horizonte, v.9, n.18, p.285-306, jul./dez. 2018.

WALTER, Nicolas. Do anarquismo. 1982. Disponível em: https://we.riseup.net/assets/411708/Nicolas+Walter+Do+Anarquismo.pdf. Acesso em 17 jul. 2021.

WOODCOCK, George. História das ideias e movimentos anarquistas VOL.I, “A ideia”. Porto Alegre/RS: L&PM, 2007.

WOODCOCK, George. História das ideias e movimentos anarquistas VOL.II, “O movimento”. Porto Alegre/RS: L&PM, 2006.

WOODCOCK, George. Os grande escritos anarquista. Seleção, introdução e notas de George Woodcock. Porto Alegre/RS:L&PM, 2019.

ZABATIRERO, Júlio Paulo Tavares. Horizonte, Belo Horizonte, v. 8, n.16, p. 13-32, jan./mar. 2010.

ZILLES, Urbano. A crítica da religião na modernidade. INTERAÇÕES – Cultura e Comunidade, v. 3, n.4, p.37-54, 2008.

ZILLES, Urbano. Filosofia da religião. São Paulo: Paulus, 1991.

ZUBEN, Marcos de Camargo von. Ricoeur, Foucault e os mestres da suspeita: em torno da hermenêutica e do sujeito. Trilhas Filosóficas, Ano 1. n.1, p.34-42. 2008.

Downloads

Publicado

2022-10-10

Como Citar

Rocha, B. (2022). “NO ABSURDO DO ABISMO RELIGIOSO”: CONTRIBUIÇÕES ANARQUISTAS À FILOSOFIA DA RELIGIÃO. Revista Brasileira De Filosofia Da Religião, 8(2), 146–176. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/rbfr/article/view/39608