Indígenas Presos no Distrito Federal na Perspectiva da Antropologia da Jurisprudência: Desenho de Pesquisa

Autores

  • Wallace Coelho de Sousa Universidade de Brasília - UnB

DOI:

https://doi.org/10.26512/interethnica.v21i3.21202

Palavras-chave:

identidade étnica, dinâmicas jurídico-penais, povos indígenas

Resumo

A questão das relações Interétnicas no Brasil hoje diante de um quadro político, econômico e social em disputa, coloca velhos problemas sobre novas roupagens. A leitura e ampliação conceitual para com fatos já não tão recentes - como o encarceramento de indígenas no Brasil que vêm desde tempos de primeira colonização - tomam novas formas. Isso leva a problematização de uma judicialização do contato e a uma reflexão sobre o pensamento, os instrumentos e as práticas jurídicas no Brasil. O trabalho etnográfico junto a mecanismos de resolução de conflitos, varas de execuções penais e estabelecimentos penais no Distrito Federal nos permite visualizar as relações interétnicas em um quadro sociológico amplo e agitado que diz respeito a relação de diversos indivíduos de direito com as práticas jurídico-penais do Estado brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAINES, Stephen Grant. “Esperando para ser julgado”: Indígenas no sistema penitenciário de Boa Vista em Roraima, Cap. VII In: SMILJANIC, Maria Inês; PIMENTA, José; BAINES, Stephen Grant (orgs.). Faces da Indianidade. Curitiba: Nexus Design, 2009, p.169-186.

______ “A criminalização de indígenas no sistema penitenciário de Roraima, Brasil”. In: 37o Encontro Anual da ANPOCS, 2013, Águas de Lindóia, São Paulo. Anais do 37º Encontro Anual da Anpocs, de 23 a 27 de setembro de 2013, em Águas de Lindóia - SP. São Paulo: ANPOCS, 2013. v. 1. p. 01-21.

BARATTA, Alessandro. Criminologia Crítica e Crítica do Direito Penal ”“ Introdução à Sociologia do Direito Penal. 3ª ed. Tradução: Juarez Cirino dos Santos. Rio de Janeiro: Revan, Instituto Carioca de Criminologia, 2002.

CENTRO DE TRABALHO INDIGENISTA (CTI). Situação dos Detentos Indígenas do Estado de Mato Grosso do Sul. 1a ed. Brasília: CTI, 2008. DELEUZE, Gilles. “Controle e devir”. In: Conversações: 1972-1990. Rio de Janeiro: Editora 34. 1992., pp. 209-18.

FLAUZINA, Ana Luiza Pinheiro. Corpo negro caído no chão: o sistema penal e o projeto genocida do Estado brasileiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 2008

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Organizaçao e tradução de Roberto Machado. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

SILVA, Cristhian Teófilo da. O índio, o pardo e o invisível: Primeiras impressões sobre a criminalização e o aprisionamento de indígenas no Brasil. Antropolítica (UFF), v. 34, p. 137-158, 2014.

SILVA, Tédney Moreira da. No banco dos réus, um índio: criminalização de indígenas no Brasil. 2015. 242 f., il. Dissertação (Mestrado em Direito) ”” Universidade de Brasília, Brasília, 2015.

WACQUANT, Löic. As prisões da miséria. Rio de Janeiro. Jorge Zahar. 2001

ZAFFARONI, Eugenio Raúl. Em busca das penas perdidas ”“ A perda de legitimidade do sistema penal. 5ª ed. Tradução por Vânia Romano Pedrosa e Amir Lopez da Conceição. Rio de Janeiro: Revan, 2001.

Outras fontes

ABA-Associação Brasileira de Antropologia; PGR-Procuradoria Geral da República. Criminalização e Situação Prisional de Ãndios no Brasil. Edital Projeto de Pesquisa ESMPU n. /2006. Relatório Final. Brasília: ABA, 2008.

_____ Processos de Criminalização Indígena em Roraima/Brasil. Edital Projeto de Pesquisa ESMPU n. 98/2007. Relatório Final. Brasília: ABA, 2009.

BRASIL. 1973. LEI Nº 6.001, DE 19 DE DEZEMBRO DE 1973, Estatuto do Ãndio. Brasília: Imprensa Nacional.

BRASIL. 1988. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Congresso Nacional.

BRASIL. 2004. Decreto 5051, Promulgação da Convenção 169 da OIT. Brasília: Imprensa Nacional.

Downloads

Publicado

2018-12-30

Como Citar

SOUSA, W. C. de. Indígenas Presos no Distrito Federal na Perspectiva da Antropologia da Jurisprudência: Desenho de Pesquisa. Revista de Estudos em Relações Interétnicas | Interethnica, [S. l.], v. 21, n. 3, p. 27–40, 2018. DOI: 10.26512/interethnica.v21i3.21202. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/interethnica/article/view/21202. Acesso em: 27 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos