Análise da Precessão do Periélio de Mercúrio via Potencial de Manev

  • Daniel Back da Trindade Universidade de Brasília
Palavras-chave: Potencial de Manev. ´orbitas planet´arias. Peri´elio de Mercurio.

Resumo

Um dos grandes triunfos da teoria da Relatividade Geral de Einstein foi o cálculo da precessão do periélio de Mercúrio, entretanto, para calcular tal anomalia na órbita desse planeta são necessárias ferramentas matemáticas sofisticadas. Porém, é possível interpretar essa correção relativística à luz da teoria gravitacional de Newton. A partir do estudo do teorema de Bertrand, as órbitas dos planetas não são fechadas, e do potencial de Manev um termo é introduzido na equação do potencial gravitacional Newtoniano que possibilita a análise da precessão do periélio de Mercúrio usando a teoria de newtoniana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Back da Trindade, Universidade de Brasília

Universidade de Bras´ılia, Faculdade Gama.

Referências

Kepler de Souza e Maria de Fátima. 2014. Astronomia e Astrofísica. Editora livraria de física. Página 1.

Isaac Newton. 1687. Philosophiae Naturalis Principia Mathematica (Royal Society, London).

Paulo Victor e Alexandre Carlos. 2010. A precessão do Periélio de Mercúrio e a Teoria da Relatividade Geral. Mestrado em Ensino de Física.

Randy Wayne. 2015. Explanation of The Perihelion Motion of Mercury in Terms of a Velocity-Dependent Correction to Newton’s Law of Gravitation. The African Review of Physics.

H.E.S. Velten e R.V. Sampaio. 2009. Órbitas fechadas e o potencial harmônico de Manev. Revista Brasileira de Ensino de Física, v.31, n. 1, 1301

V. Ureche, Rom. Astron. 1995. J. 5, 145.

Nivaldo A. Lemos. 2007. Mecânica Analítica 2.ed. -- São Paulo : Editora Livraria de Física, Páginas 33.35, 38

Kazunori Watari. Mecânica Clássica. Vol.2 -- São Paulo : Editora Livraria da Física USP. Pág 45,61,66.

V.I.Arnold Second Edition. 1997. Mathematical Methods of Classical Mechanics. Springer.

Goldstein, Poole & Safko. 2001. Mathematical Methods of Classical Mechanics Third Edition. Pearson.

Maneff G. 1925. Die Gravitation und das Prinzip von Wirkung und Gegenwirkung, Z. f. Phys, 31 p.786-806.

Diacu F.N., Mingarelli A., Mioc V., Stoica C. 1995. The Manev two-body problem: quantitative and qualitative theory in Dynamical Systems and Applications, ed. R.P. Agarwal, World Scintific Series in Applicable Analysis 4, p.213-227.

Haranas I., Mioc V. 2009. Manev potential and satellite orbits, Rom. Astron. J., 19, p.,153-166.

Ivanov R., Prodanov E. 2005. Manev potential and general relativity, in Prof. G. Manev’s Legacy in Contemporary Aspects of Astronomy, Theoretical and Gravitational Physics, eds. V. Gerdjikov, M. Tsvetkov, Heron Press Ltd. Sofia, p. 148-154.

A. Einstein. 1915. Sitzungsberichte der Preussischen Akademie der Wissenschaftenzu Berlin 11, 831.

Weinberg, S. 1972. Gravitation and Cosmology: Principles and Applications of the General Theory of Relativity, pp.198-199. New York: John Wiley & Sons, Inc.

Berman, M.S. e Gomide. 1987. F.M., Cálculo Tensorial e Relatividade Geral – Uma Introdução. São Paulo: McGraw-Hill.

Publicado
2018-06-06
Como Citar
Trindade, D. B. da. (2018). Análise da Precessão do Periélio de Mercúrio via Potencial de Manev. E-Boletim Da Física, 7(2), 1-7. https://doi.org/10.26512/e-bfis.v7i2.9795
Seção
Revisões e Ensaios em Física