UMA ANÁLISE DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA REDUÇÃO DOS INDICADORES DE INFECÇÃO PRIMÁRIA RELACIONADA A CATETER VENOSO CENTRAL

Palavras-chave: Educação em Saúde. Infecção Hospitalar. Gestão em Saúde. Cateteres de demora. Capacitação em Serviço.

Resumo

As infecções hospitalares constituem grave problema de saúde pública. O objetivo deste estudo foi verificar de que forma a Educação Permanente em Saúde pode contribuir para a diminuição dos indicadores de infecção primária relacionada ao cateter venoso central em um hospital público e universitário da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Foram empregados dados referentes aos indicadores de infecção primária relacionada ao cateter venoso central e às ações de educação com o mesmo tema, de informações dos Relatórios de Indicadores de Infecção Hospitalar, dos Relatórios de Gestão e Administração e das Querys (banco de dados) de capacitação, relativas aos anos de 2014 a 2017. Os resultados mostram que o indicador de infecção apresentou redução de 4,21 para 3,0 infecções por 1000 procedimentos-dia nos referidos anos. As ações educativas relacionadas ao tema do cateter venoso central aumentaram no período, elevando o número de participantes e participações nas atividades (quatro vezes mais) em 2017. Houve também um público alvo mais abrangente, onde a enfermagem representou 38% dos profissionais capacitados, seguida pelos médicos (31%) e técnicos em enfermagem (25%). As capacitações realizadas, juntamente com as outras ações, auxiliaram na redução dos indicadores de infecção por cateter venoso central.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-09-30
Como Citar
1.
Silveira JS, Cassia NugemR de. UMA ANÁLISE DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA REDUÇÃO DOS INDICADORES DE INFECÇÃO PRIMÁRIA RELACIONADA A CATETER VENOSO CENTRAL. Rev. G&S [Internet]. 30º de setembro de 2019 [citado 15º de outubro de 2019];10(3):424 -438. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/26397
Seção
Artigos Originais